Neymar agradece 'destino' por comemorar provocando Kimmich após vaga do PSG

O brasileiro repetiu uma frase polêmica já dita por Renato Gaúcho para explicar o roteiro da eliminação do Bayern na Champions League

Mesmo com a derrota por 1 a 0 sofrida contra o Bayern de Munique na França, os 3 a 2 construídos na ida garantiram o Paris Saint-Germain nas semifinais da Champions League 2020/21. E assim que o apito final do juiz soou, a câmera da transmissão conseguiu captar uma comemoração especial de Neymar. Chamava a atenção ter sido justamente na frente de Joshua Kimmich, uma vez que o meio-campista alemão havia dito um dia antes que os Bávaros avançariam porque eram o melhor time.

Pouco depois, em entrevista para a TNT Sports, no entanto, Neymar garantiu que não era sua intenção comemorar na frente de Kimmich, para devolver de, alguma forma, o que o brasileiro considerou ser uma provocação. Para o camisa 10 do Paris, foi o “destino” que fez com que a cena acontecesse.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

“Pior que não foi nem comemorar de provocação a ele ali, comemorei mais com o Léo. Vi o Léo, só, na minha frente e acabei comemorando com ele e, pelo destino, foi na frente do Kimmich, que falou que o time deles era melhor e iria passar, que já estava garantido nas semis...”, disse antes de ironizar a maior posse de bola do Bayern, que acabou sendo infrutífera contra os parisienses.

“É aquele ditado, né? Você pode ter a posse de bola que for, você pode cantar a mulher a noite inteira, vem um em cinco minutos e leva a sua mulher”.

Perguntado se o PSG mandava uma mensagem de sua força ao mundo do futebol, ao chegar nesta semifinal, Neymar disse que este recado já havia sido dado na campanha que levou os parisienses para a final da última temporada – onde acabaram derrotados justamente para o Bayern.

“A mensagem que a gente tinha que mandar a gente mandou na temporada passada, onde a gente chegou na final, fizemos um belo jogo contra o Bayern também, que naquele momento, sim, pra mim era a melhor equipe do campeonato. Mas neste ano eu não vi assim”.

Classificado entre os quatro melhores do Velho Continente, o Paris Saint-Germain aguarda a definição do duelo entre Manchester City e Borussia Dortmund para conhecer seu adversário na próxima fase da Liga: no jogo de ida, em Manchester, o time de Pep Guardiola largou em vantagem ao vencer por 2 a 1, gols de De Bruyne e Phil Foden.

Fechar