Mexicanos em peso e calor: os temores do Brasil na 'Arena Saara'

Comentários()
Quality Sport Images/Getty Images
Torcida adversária deve dividir o estádio durante o jogo que deve contar com uma temperatura de até 35ºC

A Rússia é um dos países mais frios do mundo, mas, no verão, também é castigada pelo forte calor. Em Samara, palco da partida desta segunda-feira entre Brasil e México, às 18h (11h de Brasília), pelas oitavas de final da Copa do Mundo, os termômetros podem atingir até 35ºC.

Por causa da alta temperatura, o desgaste físico é um dos grandes temores da comissão técnica brasileira. A estratégia para "driblar" o sol é a hidratação.

"Tentar fazer o atleta se hidratar bem é um dos objetivos. Nós sabemos que a desidratação acelera a queda física. Vamos nos preocupar com isso", explicou o preparador físico Fábio Mahseredjian, na véspera do confronto.

A posse de bola também é vista como fator importante para amenizar a queda física. Acima de tudo, uma "posse de bola efetiva".

"O segredo é ter posse de bola. Mas uma posse de bola efetiva. O próprio México, por exemplo, teve mais de 60% de posse de bola contra a Suécia, mas acabou perdendo por 3 a 0. É preciso saber acelerar e também segurar o jogo na hora certa", declarou o pentacampeão Ricardinho, hoje comentarista da SporTV, à Goal.

Outro problema que os comandados de Tite vão encarar é a pressão da torcida adversária. Com os mexicanos em grande número, a Arena Samara deve ter as arquibancas praticamente divididas.

"A cidade está tomada por mexicanos, que têm feito muita festa nas ruas. É impressionante. Mas espero que a festa no final da partida seja do Brasil", destacou o estudante Caio Mendes.

"Eu, sinceramente, não sei o que é pior: o barulho que a torcida do México faz ou o calor absurdo de Samara. Samara que também é conhecido como Saara. Vamos jogar hoje na Arena Saara [risos]", brincou a estilista Ruth Campos.

Próximo artigo:
Barcelona confirma chegada de Kevin-Prince Boateng
Próximo artigo:
Man United: Mata diz que time quer "ainda mais" após vitórias em sequência
Próximo artigo:
Em meio às críticas a Sarri, David Luiz é voz e defesa do técnico na crise do Chelsea
Próximo artigo:
Emery diz que agora é tarde para o Arsenal se arrepender pela ida de Ramsey para a Juventus
Próximo artigo:
Falta de alternativa faz Klopp repensar postura do Liverpool na janela de transferências
Fechar