Messi decidirá quando deixará o Barcelona e não Bartomeu, diz jornal

Comentários
Tudo o que cobre é pouco para compensar o que seria viver um Barça sem Leo. E será ele quem dirá até quando poderemos vê-lo em campo

O melhor do novo contrato de não é o que Messi ganhará no decorrer do ano ou as cláusulas do acordo até 2021, mesmo que a multa rescisória passe de 300 para 700 milhões de euros.

O importante não é o que o craque ganhará no clube. É o que todos ganham. De acordo com o Mundo Deportivo, da Catalunha, o compromisso permite que ele decida quando deixar o Barça.

O craque poderá escolher, aos 33 anos - a uma temporada do encerramento do vínculo -, se permanecerá ou não no Camp Nou. Inclusive, poderia falar de outra renovação neste período. Um privilégio que recebeu por sua lealdade, algo que foi feito com Puyol, Xavi e também Iniesta.

Próximo artigo:
Renovação com Simeone seria perfeito para o Atlético de Madrid, afirma dirigente
Próximo artigo:
Griezmann já aparece entre os maiores goleadores da França na história
Próximo artigo:
Terry quer ser técnico, mas admite que precisa de tempo: "Estou construindo minhas ideias"
Próximo artigo:
Chelsea promete jogo duro com Real Madrid para manter Hazard
Próximo artigo:
Por que Messi não está na convocação da seleção argentina?
Fechar