Mbappé chega a 100 gols mais jovem, mas 'demora' comparado a Messi e CR7

Comentários()
O atacante francês alcançou a marca centenária na goleada da seleção francesa sobre Andorra

Mbappé alcançou a marca dos 100 gols em sua carreira como jogador profissional, terça-feira (11), ao finalizar a vitória por 4 a 0 da seleção francesa sobre Andorra em jogo válido pelas Eliminatórias para a Euro 2020. Impressiona a rapidez com a qual o atacante, de apenas 20 anos, chegou a primeira centena de bolas nas redes: demorou 180 partidas.

Tido por muitos como o favorito a assumir o trono do futebol mundial em um futuro pós-Messi e Cristiano Ronaldo, o francês atingiu esta marca mais cedo do que o argentino ou o português. Entretanto, demorou mais partidas para atingir o 100º tento.

Mbappé estreou como profissional em 2015, com 16 anos e 347 dias. Entrou para a história por ter sido o mais jovem a atuar com a camisa do Monaco. Ganhou destaque na campanha do título francês em 2016-17, a mesma em que a equipe do Principado alcançou a semifinal da Champions League, e depois de 27 gols foi negociado para o PSG. Na capital, anotou 60 tentos e nesta última temporada puxou para si o protagonismo da equipe em meio às ausências de Neymar e Cavani – que conviveram com lesões. Pela França, acumula 13 bolas nas redes.

Ou seja: Mbappé demorou 180 jogos para fazer 100 gols.

Cristiano Ronaldo atingiu a mesma marca em 2008, ao fazer dois sobre o Tottenham em uma vitória por 3 a 1 do Manchester United em duelo válido pela FA Cup. Demorou 79 partidas e tinha 23 anos. Já Lionel Messi estufou as redes pela centésima vez em sua carreira em 2009, durante vitória por 2 a 0 do Barcelona sobre o Dínamo de Kiev, pela fase de grupos da Champions League. O argentino tinha 22 primaveras completadas.

Quer Mbappé na Ligue 1? Assine o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

Mbappé disputou mais jogos tão cedo por ter demonstrado a capacidade para tal – com apenas 19 anos conquistava a Copa do Mundo marcando gol na decisão. Mas demorou um número maior de partidas do que Messi e CR7 para alcançar a primeira centena de tentos na carreira. De qualquer forma, é impressionante.

Fechar