Maradona critica Messi e diz que não o convocaria para a seleção argentina

Comentários()
Getty Images
“É inútil querer tornar líder um homem que vai ao banheiro 20 vezes antes de um jogo”, atacou o atual treinador do Dorados de Sinaloa

Ídolo argentino e atualmente técnico do Dorados de Sinaloa, do México, Diego Armando Maradona criticou de forma veemente Lionel Messi e disse que se fosse o comandante da seleção hermana não convocaria mais o craque do Barcelona.

“É difícil falar, mas é inútil querer tornar líder um homem que vai ao banheiro 20 vezes antes de um jogo. Messi é Messi no Barcelona e Messi é Messi jogando com a Argentina”, afirmou Maradona em entrevista a Fox Sports México.

“Não convocaria. Mas nunca digo nunca. O que se tem que fazer é tirar a pressão de Messi como líder. Temos que fazer dele o líder que queremos que ele seja. Se o fizesse jogar como quero, o convocaria e o faria jogar como sei que pode jogar”, completou.

Fechar