"Manchester United quis Àrsene Wenger como substituto de Sir. Ferguson"

Comentários()
Getty Images
Francês foi a "escolha número um" do clube para assumir o comando da equipe em 2001, de acordo com o ex-presidente do clube

Há 20 anos no Arsenal, Àrsene Wenger pode não ser mais tão querido pela torcida dos Gunners, mas ele teve uma grande oportunidade de ir para o maior rival do clube. De acordo com o ex-presidente do Manchester United, Martin Edwards, o treinador era o seu principal favorito para substituir Alex Ferguson em 2001-02. 

"Nossa primeira opção era Arsène. Desde que chegara ao Arsenal em 1996, ele havia tido sucesso, especialmente em sua primeira temporada quando havia conquistado a dupla (Campeonato Inglês e FA Cup). Apesar de ele ter sofrido maus bocados desde então, na época achávamos que ele era o melhor candidato para substituir Alex." diz um trecho de sua autobiografia.

 "Nós o abordamos e Wenger mostrou um pouco de interesse, o suficiente para querer se encontrar comigo e com Peter Kenyon (então dirigente do United) na casa dele em Londres para nos ouvir. Tivemos alguns encontros com ele e por um tempo pensamos que havia a possibilidade de se juntar a nós", completou.

Arsene Wenger Arsenal 2017
Foto: Getty Images

No entanto, Martin Edwards explicou o porquê da negativa de Wenger.

"Acho que ele se sentia leal a David Dein (antigo vice-presidente do Arsenal). Os dois eram muito próximos e essa foi a razão que ele nos deu no fim das contas para rejeitar o United. Ele sentiu que havia começado algo com o Arsenal e que sua ligação com o clube era grande demais, ele não queria quebrar essa ligação.", finalizou.

Números de Arsenal e United na temporada 2017-18:

Ferguson eventualmente reverteu sua decisão e continuou a guiar o United a uma série de conquistas, incluindo sete títulos da Premier League e a Champinons League em 2008, antes de se aposentar em 2013.

No total, ele levantou 28 troféus em Old Trafford, incluindo 13 títulos de liga, cinco FA Cup e duas Champions League.

 

Fechar