Malcom realiza sonho de ir para o Barcelona, mas disputa com Dembélé será difícil

Malcom Barcelona 2018
LLUIS GENE
O brasileiro acertou na última hora com o Barça, e não escondeu a felicidade de vestir a camisa catalã

Header Tauan Ambrosio

Hoje em dia, o grande sonho dos jovens jogadores de futebol é defender Real Madrid ou Barcelona.

Afinal de contas, muitos deles cresceram sob a inspiração do período mágico de Ronaldinho Gaúcho no Barça ou vibraram com os gols de Ronaldo e Roberto Carlos pelo Madrid.

Malcom, apresentado oficialmente como novo reforço do Barcelona nesta terça-feira (24), tinha quase 10 anos quando Ronaldinho encantava o mundo. Aos 17, ele realizava o primeiro sonho: defender o Corinthians profissionalmente. O bom futebol o levou à França em 2016, e a sua ascensão no futebol europeu foi impressionante.

Foram 22 gols em 95 jogos pelo Bordeaux, mas o destaque maior é para a sua última temporada na Ligue 1. Absolutamente todas as oportunidades de seu time passavam pelos seus pés. O brasileiro foi quem mais criou chances (87), deu passes para gols (7) e mais estufou as redes (12) pela equipe azul.

O excelente desempenho despertou atenção nos gigantes europeus. Mas no final das contas tudo levava a crer que o seu destino seria a Roma, que assim como Malcom busca dar um passo além para estar lado a lado das grandes potências. Escolha acertada, pensando o quanto ele poderia se desenvolver por lá. Acima de tudo, uma opção realista.

Malcom Barcelona Roma (Foto: Getty Images/Montagem Goal)

Mas é complicado resistir aos sonhos... ainda mais quando eles também lhe são apresentados com valores de 42 milhões de euros. Se reclamou da postura do PSG para tirar Neymar do Camp Nou, a atitude barcelonista ao dar o ‘chapéu’ na Roma também não é das práticas mais louváveis. E pouco disso é problema de Malcom, que viu cair em seu colo o sonho de vestir uma das camisas mais pesadas do mundo.

Ousmane Dembele Barcelona Dembélé vai brigar pela titularidade com Malcom (Foto: Getty Images)

Este sonho chegou quando menos se esperava, mas a realidade colocará grandes desafios para o brasileiro provar o seu valor no Camp Nou. Ainda que também tenha atuado centralizado, atrás do centroavante, Malcom atua como extremo pela direita do ataque, mesma posição do francês Ousmane Dembélé. E a briga pela posição promete ser das mais intensas.

Segundo números da Opta Sports, tanto Malcom quanto Dembélé criam, em média, 2.7 boas oportunidades de gol por jogo. O brasileiro terminou a temporada europeia com números melhores, mas vale destacar que o francês passou meses se recuperando de lesão. E mesmo com 18 jogos a menos em sua liga doméstica (35 contra 17), apenas uma assistência difere os dois: sete do brasileiro contra seis do francês.

Mais artigos abaixo

A realidade promete uma disputa árdua. O passo foi maior do que o esperado, até mesmo por ele, mas a qualidade para viver o sonho não falta ao brasileiro.


Coincidências com Willian

O interesse do Barça em Malcom veio após o fracasso do Barça em tirar Willian do Chelsea. E duas coincidências marcam essa história. A primeira, obviamente, a ligação de ambos com o Corinthians; a segunda está na forma como Willian chegou ao Chelsea. Antes de vestir o azul londrino, ele já havia acertado tudo com o Tottenham e mudou de ideia quando soube do interesse vindo de Stamford Bridge.


Fechar