Maior dificuldade do Palmeiras será segurar velocidade do Barcelona-EQU

Comentários()
RODRIGO BUENDIA/AFP/Getty
Verdão já sofreu com rapidez do time equatoriano, que tem tudo para ser perigoso nos contra-ataques

O Palmeiras tem todas condições de superar o Barcelona-EQU por dois gols de diferença e avançar na Copa Libertadores, nesta quarta-feira (9). Mas é preciso ficar atento: o time de Guayaquil conquistou a condição de jogar no contra-ataque e tem a velocidade como maior arma.

O principal problema do Palmeiras foi sofrer um gol no final do jogo no Equador. Com a vitória por 1 a 0, o Barcelona-EQU conquistou a possibilidade de jogar recuado no Allianz Parque, podendo segurar o empate ou buscar os gols apenas em contra-ataques.

A velocidade do Barcelona-EQU ficou evidente no jogo de ida. Os pontas foram os jogadores mais perigosos, especialmente Esterilla, pela direita, setor onde o Palmeiras tem dificuldade na marcação. Do outro lado Ayoví não foi tão bem, mas é um dos destaques da equipe. 

E até o centroavante do time é ágil. O Palmeiras precisa ficar atento com as jogadas rápidas e arrancadas de Jonatan Álvez. Foi justamente ele que fez o gol no jogo de ida. É verdade que ele contou com a sorte, um desvio de Thiago Santos, mas mostrou qualidade em outros lances também.

Damian Diaz Jonatan Alvez Barcelona Guayaquil Palmeiras Libertadores 05072017
Álvez comemora gol contra Palmeiras (Foto: RODRIGO BUENDIA/AFP/Getty)

A escalação do Palmeiras para o jogo é um mistério. Mas o técnico Cuca deve montar o time consciente dos perigos que o Barcelona-EQU oferece: "se engana quem pensa que o Barcelona virá só se defender (...). O Barcelona vem jogar, vem buscar um gol, é resultado qualificado", disse o técnico.

Se tiver essa mentalidade, de que não pode partir com tudo para o ataque contra um time tão rápido, o Palmeiras terá mais chances de revertar a grande vantagem que o Barcelona-EQU conquistou. 


VEJA TAMBÉM:


Fechar