Lukaku contradiz perfil e se mostra ágil e habilidoso na Copa do Mundo

Comentários()
ROMAN KRUCHININ
Autor de quatro gols e uma assistência na Copa do Mundo, Romelu Lukaku muda opiniões e se torna preponderante para a Bélgica na Rússia

banner Copa 2018

Ele tem 1,91m e 94kg. Grande e forte, poucos imaginam do que Romelu Lukaku é capaz dentro de campo. O camisa 9 da Seleção Belga não fez gols contra o Brasil, mas foi o grande nome do jogo ao lado de Eden Hazard.

A qualidade técnica e a rapidez, características que contrastam com os seus atributos físicos, foram preponderantes para o que ele mostrou em campo na Kazan Arena, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

A pedido de Roberto Martínez, ele trocou de posição constantemente com Eden Hazard. O atacante que pertence ao Manchester United atuou pelos lados, no meio de campo e também na grande área. Em uma de suas saídas, correu da intermediária defensiva à ofensiva e deixou Kevin De Bruyne livre para balançar a rede de Alisson.

O lance que culminou no gol do camia 7 belga foi a síntese do que é o futebol de Lukaku nesta Copa do Mundo: coletivo e com muita qualidade.

Fã de Adriano, o canhoto belga mostra que aprendeu direitinho com o seu ídolo e deixou de lado a briga pela artilharia no mata-mata para se tornar um nome útil ao elenco.

"Eden (Hazard) me disse para deixar a bola, mas eu sabia que haveria espaço. Quando comecei a correr, olhei da esquerda para a direita, e assim que vi Kevin (De Bruyne) sozinho à minha direita, passei a bola para ele. Soube de imediato que ele faria o gol", disse Lukaku, citando o lance do gol.

Mesmo com toda a felicidade por ajudar o elenco, Lukaku teria um motivo para ficar chateado. Ele não marca há dois jogos, algo raro para quem já tem quatro bolas na rede na Copa do Mundo 2018 e 40 pela Seleção Belga - é o maior artilheiro do time na história. A última vez que ele teve um jejum tão longo foi quando passou em branco contra Rússia, República Tcheca e Estônia.

"Não vim aqui para pensar em mim. Todo mundo me conhece e sabe que sou um marcador. Para mim, é a equipe que importa, e que ela aproveite este momento", comentou.

Fechar