Longevidade de Cristiano Ronaldo se explica no Dínamo de Kiev: gol após 13 anos

Comentários()
O português não marcava contra os ucranianos desde 2007, quando ainda atuava pelo United e hoje, aos 35 anos, repetiu o feito

Depois de 13 anos Cristiano Ronaldo repete um feito: marcar contra o Dínamo de Kiev. Hoje jogando pela Juventus, o atacante havia feito seu último gol nos ucranianaos quando ainda atuava pelo Manchester United, em 2007, 13 anos atrás.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

No jogo de ida entre Juventus e Dínamo de Kiev, Cristiano Ronaldo estava infectado pelo novo coronavírus, da Covid-19, e pôde atuar na vitória por 2 a 0, ainda na primeira rodada da Liga dos Campeões. Desta vez, pela quinta jornada, o português não só entrou em campo como marcou um dos três gols da vitória italiana fora de casa - além dele, Federico Chiesa e Álvaro Morata também anotaram os deles. 

Ao empurrar a bola para fazer o 2 a 0, já no segundo tempo, Ronaldo marcou contra o Dínamo de Kiev pela primeira vez depois de 13 anos e 25 dias, desde que deixou três em duas partidas disputadas em 2007. Na época, o atacante ainda defendia o Manchester United.

Assim, o português quebrou o recorde da Liga dos Campeões, antes pertencente a Gerard Piqué, de maior intervalo entre gols marcados contra o mesmo adversário. O zagueiro do Barcelona, contra o mesmo Dínamo de Kiev, teve 12 anos e 363 dias de diferença entre dois gols nos ucranianos, entre entre novembro de 2007 e novembro de 2020 - na mesma fase de grupos em que Cristiano quebrou sua marca.

Além do recorde, o gol também simboliza a longevidade de um atacante que, aos 35 anos, continua marcando contra o mesmo adversário que teve como vítima aos 22 anos. Desde então, a carreira do português deslanchou: cinco vezes o melhor do mundo, conquistou mais quatro taças de Champions - além da conquistada em 2007/08 pelo United - e diversos títulos nacionais por seus times.

Já classificada para as oitavas de final, a Juventus de Cristiano Ronaldo faz a última partida da fase de grupos na terça-feira (8), justamente contra o Barcelona, de Piqué e Lionel Messi, podendo ser a tão aguardada partida de reecontro dos dois melhores do mundo. 

Fechar