Notícias Placares ao vivo
Liverpool

Liverpool-Nike, Real Madrid-Adidas e mais: os maiores patrocínios de camisa no futebol

17:25 BRT 07/01/2020
Phil Foden Manchester City 2019-20
Confira quanto cada marca paga ou já pagou para fabricar e comercializar os uniformes dos principais clubes da Europa

Depois de uma longa batalha judicial, o Liverpool anunciou oficialmente nesta terça-feira (07) um acordo histórico com a Nike: a partir da próxima temporada, 2020-21, a empresa de origem norte-americana será a responsável pelos uniformes da equipe de Anfield Road.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

O fator histórico se dá pelos valores envolvendo o acordo: o clube inglês receberá 80 milhões de libras por temporada, valor recorde neste tipo de negociação envolvendo clubes da Premier League – superando os 75 milhões do acordo entre o arquirrival Manchester United com a Adidas.

O contrato só pôde ser assinado depois que a justiça concedeu ao Liverpool permissão de acertar com a Nike, uma vez que a New Balance, atual responsável pelos materiais esportivos, tinha em seu contrato uma cláusula na qual poderia igualar qualquer oferta se fosse de sua vontade. Pesou a favor dos Reds também a promessa da Nike de usar estrelas mundiais, como Lebron James, da NBA, para ajudar no fortalecimento de sua marca.

Em posse do maior acordo de um clube inglês com uma empresa que fabrica itens esportivos, o Liverpool agora só fica atrás dos gigantes espanhóis no ranking de maiores acordos comerciais deste tipo. Confira, abaixo, os 20 maiores no acordo anual já assinado pelos clubes nos últimos anos.


PSG (Nike, 2013 até 2022): 19 milhões de libras



Milan (Adidas, 2013-2018): 19 milhões



Juventus (Adidas, 2015-2019): 20 milhões



Manchester United (Nike, 2002-2015): 23,5 milhões



Liverpool (Warrior, 2012-2016): 25 milhões



Arsenal (Puma, 2014-2019): 30 milhões



Chelsea (Adidas, 2013-2017): 30 milhões



Tottenham (Nike, 2017-2033): 30 milhões



Real Madrid (Adidas, 2012-2020): 34 milhões



Barcelona (Nike, 2008-2018): 35 milhões



Bayern (Adidas, 2015-2030): 42,5 milhões



Liverpool (New Balance, 2016...): 45 milhões



Juventus (Adidas, 2019-2027): 46 milhões



Arsenal (Adidas, 2019-2024): 60 milhões



Chelsea (Nike, 2017-2032): 60 milhões



Manchester City (Puma, 2019-???): 65 milhões



Manchester United (Adidas, 2015-2025): 75 milhões



Liverpool (Nike, 2020-???): 80 milhões



Barcelona (Nike, 2018-2028): 100 milhões



Real Madrid (Adidas, 2020-2030): 110 milhões