Lesões no crânio e tórax foram as causas da morte de Sala, aponta autópsia

Comentários()
Getty/Goal
Corpo do jogador foi identificado na última sexta-feira (8), um dia depois de ter sido resgatado do fundo do Canal da Mancha

A autópsia de Emiliano Sala revelou nesta segunda-feira (11) que o jogador argentino faleceu em decorrência de lesões no crânio e no torax na queda do avião que o levava de Nantes para Cardiff. As infomações foram dadas pelas autoridades legistas de Bournemouth, no condado de Dorset, na Inglaterra.

Os destroços do avião haviam sido encontrados no último domingo (3) a noroeste da ilha de Guernsey, a 63 metros de profundidade, como resultado do início das buscas submarinas, já que a investigação inicial após o desaparecimento da aeronave, em 21 de janeiro, não haviam tido sucesso.

Emiliano Sala tinha 29 anos, e havia recém acertado sua transferência ao Cardiff City, da Premier League, após um desempenho fantástico na primeira parte da temporada pelo Nantes, da França. Ele havia retornado ao antigo clube para se despedir e levar alguns pertences antes de tomar o avião de volta à Inglaterra.

Fechar