Lesão de Harry Kane preocupa para a sequência do Tottenham na Champions League

Comentários()
Getty Images
Com o tornozelo inchado, Kane ainda não sabe a gravidade do problema. Outra grande dor de cabeça para os Spurs é a ida de Son para a Copa da Ásia

O artilheiro do Tottenham Hotspur, Harry Kane é mais uma das muitas preocupações que Mauricio Pochettino tem para as próximas semanas. Isso porque o goleador inglês lesionou o tornozelo na partida contra o Manchester United no último domingo (13). Segundo o jornal The Guardian, o maior medo do atacante e do corpo técnico é que Kane não esteja recuperado para a primeira partida contra o Borussia Dortmund pela Champions League no dia 13 de fevereiro.

Kane ainda não conseguiu ser examinado pois a área do tornozelo ainda está muito inchada para análise médica, destaca a publicação inglesa. Assim que o inchaço diminuir, Kane deve ser examinado e somente aí poderá saber a gravidade do problema.

Kane está empatado na artilharia da Premier League com Aubameyang e Salah e pode ficar para trás na corrida pelo maior número de gols, dependendo da grau da lesão. Além disso, na quinta-feira (24) os Spurs entram em campo para o segundo jogo da semifinal da Carabao Cup contra o Chelsea. Harry Kane fez o único gol da partida de ida, disputado no Wembley.

Como se perder Kane já não fosse um pesadelo completo para o Tottenham, os Spurs ainda terão que lidar com a ausência de Heung-Min Son, que deixou o clube para jogar com a seleção da Coreia do Sul na Copa da Ásia. A final do torneio de seleções está marcada para o dia 1 de fevereiro, que configura a data máxima que Son pode ficar de fora.

Harry Kane Heung-Min Son Tottenham(Foto: Ian Kington/AFP/Getty Images)

Além disso, Lucas Moura perdeu os dois últimos jogos do Tottenham por lesão e não se sabe quando volta. Na segunda-feira (14) em seu Twitter, o brasileiro respondia algumas perguntas dos fãs e quando questionado sobre sua lesão respondeu: "A pancada foi forte, ainda está doendo. Eu estou fazendo o tratamento em tempo integral para estar pronto o quanto antes", falou o brasileiro.

Por fim, Fernando Llorente, reserva imediato de Harry Kane, tem sido especulado fora do time londrino. Ele tem apenas seis meses restantes de contrato e poderia sair até mesmo já em janeiro. Agora com essa situação, é possível que Daniel Levy, dono dos Spurs, segure-o a qualquer custo.

Fechar