Laterais e zaga: os principais problemas que Carpegiani vai precisar corrigir

Comentários()
Pedro Martins/MoWa Press
Sistema defensivo do Rubro-Negro sofreu bastante em 2017 e dificilmente terá contratações neste início de temporada

O Flamengo definiu que fará apenas contratações pontuais nessa janela de transferências. A diretoria Rubro-Negra não esconde a preferência pelo mercado no meio do ano e entende que o elenco já é bastante qualificado e necessita de apenas alguns ajustes.

Por isso, o departamento de futebol definiu seus alvos, no momento o Flamengo negocia com o volante Walace e o atacante Vagner Love, o lateral Zeca e o zagueiro Pablo ficaram mais distantes do clube e não devem ser contratados.

Marlos Moreno foi o primeiro reforço, o meia-atacante do Manchester City, chega por empréstimo após uma passagem pelo Girona, da Espanha. Ele seria uma peça de reposição a Berrío, que se recupera de uma grave lesão e deve perder a fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Henry Mier Juan Rever Flamengo Junior Barranquilla Copa Sudamericana 23112017
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

A avaliação positiva do departamento de futebol em relação ao elenco do Flamengo deixa em alerta o torcedor que se preocupa não pelo setor ofensivo, mas sim pelo defensivo, que ao que parece, não terá muitas novidades nesse primeiro semestre.

O maior problema do Rubro-Negro são as laterais e foi justamente ali que mais sofreu em 2017. Após a saída de Jorge, Trauco teve bom início mas logo mostrou uma deficiência na parte defensiva, deficiência essa que foi comprovada ao longo da temporada e muito explorada pelos adversários.

Miguel Trauco Flamengo Chapecoense Brasileirao Serie A 22062017
(Foto: Getty Images)

Do outro lado, Pará foi o titular mas também é outro que teve as suas deficiências bastante explorada pelos adversários. Tanto no ataque, quanto na defesa. Rodinei, seu reserva na última temporada, não conseguiu conquistar a vaga e teve chances para isso. 

Pelos trabalhos realizados neste início de pré-temporada, Carpegiani sinaliza que pode testar Rodinei como titular desde o início, mas o lateral precisa corrigir falhas, principalmente na marcação. Ele é pouco comprometido com o sistema tático e se lança ao ataque com pouca responsabilidade.

Rodinei Palestino Flamengo Copa Sudamericana 05072017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Se nas laterais o Flamengo encontra um problema, a zaga também pode ser um fator determinante. Réver e Juan, que terminaram o ano como titulares, não são garotos, menos ainda o camisa 4 que está bem próximo da aposentadoria. Juntos se mostraram muito fortes pelo alto, mas por baixo tiveram problemas.

Problemas esses agravados pelas deficiências dos laterais e a falta de um volante marcador no meio-campo. Desta forma, é importante que Carpegiani procure soluções para os problemas que o Rubro-Negro demonstrou ao longo de todo 2017, que ao que parece, não será solucionado com contratações nesta posições, pelo menos não por agora.

Próximo artigo:
"Não estava sabendo da situação financeira do Santos", diz Sampaoli, incomodado no cargo
Próximo artigo:
Semifinais da Copa da Liga Inglesa: como e quando assistir
Próximo artigo:
Atlético se acerta com Morata, mas precisa abrir espaço no elenco; Impasse atrasa Higuain no Chelsea
Próximo artigo:
Agente de Militão confirma negociação com Real Madrid, mas descarta saída em janeiro
Próximo artigo:
Willian diz que não recebeu proposta formal do Barcelona e opina sobre caso Bielsa: "Um pouco antiético"
Fechar