Notícias Placares ao vivo
Liverpool

"Klopp me consultou antes de contratar Van Dijk", conta Wijnaldum

13:22 BRT 08/09/2019
Georginio Wijnaldum Virgil van Dijk Liverpool
Meio-campista do Liverpool foi consultado pelo técnico Jürgen Klopp antes de acertar contratação de Virgil van Dijk

O meio-campista do Liverpool Georginio Wijnaldum disse que o técnico Jurgen Klopp o consultou sobre a contratação de Virgil van Dijk antes de o jogador assinar pelo clube.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

O ex-jogador de Newcastle, companheiro internacional de Van Dijk na Holanda, diz que incentivou Klopp a contratar o zagueiro.

Van Dijk teve uma temporada brilhante da última vez, levando o Liverpool à glória da Liga dos Campeões, e Wijnaldum diz que não está surpreso com o sucesso de seus companheiros de equipe.

"Antes de me juntar ao Liverpool, tive uma reunião com Jurgen e, durante nossas conversas, ele me perguntou sobre Virgil van Dijk", disse Wijnaldum. Eu sempre avaliei Virgil muito bem e minhas palavras exatas para Jurgen foram: "Ele vai melhorar muito a defesa". Por isso, não fiquei surpreso quando Virgil ganhou o prêmio de Melhor Jogador da UEFA, à frente de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Na verdade, eu esperava que ele vencesse. Virgil teve uma época mais cega e tem tido tanto sucesso. Nada nele me surpreende mais”.

O relacionamento entre o jogador e seu treinador nem sempre foi tão otimista.

Wijnaldum admitiu que estava zangado e desapontado por não ter entrado na segunda mão das meias-finais da Liga dos Campeões contra o Barcelona.

Ele saiu do banco e seus dois gols inspiraram uma histórica vitória por 4 a 0, revirando um déficit de 3 a 0 desde a primeira mão para ver seu clube chegar à final.

“Com o gerente, é mais ou menos ódio e amor. Estou certo de que ele tem os melhores interesses no coração de todos os jogadores da equipe. Mas às vezes você está tão envolvido em uma partida e o gerente ainda está atrás de você. Então você apenas transborda algumas vezes - e, no meu caso, fico com raiva dele - continuou ele. Ainda não sei se o que aconteceu contra o Barcelona foi seu plano real. Mas naquela noite eu estava tão bravo e tão decepcionado que ele não me começou. Olhando para trás, podemos dizer que tudo deu certo. Nunca saberemos como teria sido se o gerente tivesse me iniciado”.

O holandês diz que o triunfo na Liga dos Campeões deu à sua equipe a confiança necessária para vencer a Premier League depois de ter sido derrotada por um ponto no ano passado pelo Manchester City.

“Ganhar a Liga dos Campeões nos deu toda a tranqüilidade. Agora sabemos como é ganhar o maior troféu de todos - e só queremos continuar daqui e adicionar ainda mais títulos".