Kazim exalta Jô e se derrete por torcida do Corinthians: “paga ingresso e não tem comida em casa”

Comentários()
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Autor do gol que deu a vitória sobre o Avaí, o ‘Gringo da Fiel’ balançou as redes pela primeira vez no Brasileirão

Há três rodadas, nada parecia dar certo para o Corinthians. Tudo isso mudou após a vitória por 3 a 2 sobre o Palmeiras. E os heróis recentes são daqueles um tanto quanto inesperados: Romero balançou as redes contra o arquirrival alviverde, Giovanni Augusto garantiu o triunfo diante do Atlético-PR na 33ª rodada [anotando o seu primeiro gol no ano] e neste sábado (11), contra o Avaí, Kazim garantiu a vitória por 1 a 0.

Foi apenas o segundo gol anotado em todo o ano pelo inglês naturalizado turco, que foi escalado no lugar do suspenso Jô. Após a partida, o ‘Gringo da Fiel’ falou sobre a emoção de ter deixado o Corinthians ainda mais perto do título brasileiro, homenageou os lesionados Vilson e Walter, exaltou Jô, a torcida do Corinthians e garantiu: não há nada igual aos torcedores brasileiros.

“Esse jogo eu quero dar para o Vilson, pro Walter, porque eles se machucaram. Nosso time, muito fechado, muitos bons amigos. Hoje, para mim, os primeiros 20 minutos foram muito difíceis porque eu não tenho muito ritmo [de jogo]”, afirmou ao microfone da SporTV.

“Eu quis brigar pelo meu time, porque eles têm muita confiança em mim, e também para o professor Carille (...) Esse ano eu não jogo muito, não tenho muitos minutos, não tenho muito tempo, porque o Jô joga muito. Eu não tenho desculpas entende? Eu sou focado nos três pontos”, explicou, antes de falar sobre a torcida.

Kazim Corinthians Avai Brasileirao Serie A 11112017 (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

“Na Inglaterra a torcida não é a mesma coisa. Eles são muito bons. Na Inglaterra eles só ficam assim [batendo palmas], aqui eles são apaixonados, jogam com a gente. Pra mim é outra coisa. Na Turquia também é um pouco, mas aqui é mais. Aqui a gente paga ingresso e não tem comida em casa. Não é normal”.

É CAMPEÃO? CARILLE COMENTA GRITOS DA TORCIDA

Fábio Carille - Corinthians - 11/06/2017 (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

"É um passo importantíssimo para o título", disse o técnico Fabio Carille em entrevista coletiva. O comandante também comentou a respeito dos gritos de ‘É, campeão!’ que foram entoados das arquibancadas.

“Realmente está próximo, mas não definido. A torcida é emoção. Abrimos oito pontos de vantagem, podendo ser maior se o Grêmio não vencer. Em 12 pontos em disputa ter oito de vantagem é bom. A torcida empurrou o tempo todo, em um jogo de muito desgaste”.

Carille também comemorou o fato de Romero, Giovanni Augusto e Kazim terem balançado as redes nos últimos jogos: “Fechei com os jogadores agora falando disso. Giovanni entrou em Curitiba, ajudou no jogo e fez o gol. O Kazim, o último gol tinha sido contra o Audax. Se tiver mais oportunidade ele melhora. Ele precisa de jogo, mas o Jô não está dando espaço. É um dos artilheiros da competição. Se jogar e tiver ritmo, vai melhorar. Estou muito feliz. Sei o que os jogadores ouviram. Teve jogo em que coloquei o Giovanni e o estádio veio abaixo. Alguns diziam ‘Kazim não’. Enfim, não desisto de jogador”, observou.

Fechar