Jorge Jesus prega cautela com Wendel: 'Ainda vai ter muita dificuldade para pegar o trem'

Comentários()
Lucas Merçon/Fluminense FC
Treinador do Sporting avisa que o ex-volante do Fluminense precisa 'aprender muito' para ganhar espaço no time

Principal reforço do Sporting no início do mercado de inverno na Europa, tendo custado 7,5 milhões de euros (R$ 29 milhões), Wendel ainda tem pela frente um longo caminho para percorrer no "trem" conduzido por Jorge Jesus. 

"O Wendel não pode jogar ainda porque não tem nem condições nem burocráticas nem esportivas. Nas minhas equipes chegar e jogar logo de cara é quase impossível, independentemente da qualidade individual", explicou o treinador, na véspera do confronto com o Cova da Piedade, pela Taça da Liga.
 
"Ele está em fase de adaptação, tem 20 anos e precisa aprender muito. Vem de um futebol em que os jogadores individualmente são muito evoluídos, e os melhores jogadores são os brasileiros, porém que taticamente também têm muito que aprender aquilo que é o trabalho na Europa. Ainda vai ter muita dificuldade para pegar o trem", completou.

Aos 22 anos, o ex-volante do Fluminense assinou contrato válido até 2023 (com multa rescisória avaliada em 60 milhões de euros) e já está integrado ao elenco do clube português, que, vale lembrar, conseguiu vencer a forte concorrência do PSG. Ou quase isso...

"O PSG não ficou com o Wendel porque não quis. Não temos capacidade para lutar com PSG, nem pouco mais ou menos. Ele veio para o Sporting porque presidente, e quem quis investir na qualidade dele, decidiram que era o melhor clube para potencializá-lo", confrontou.

Próximo artigo:
São Paulo 4 x 1 Mirassol: Tricolor sai atrás, vira o placar, vê expulsão de rival e garante goleada em estreia do Paulista
Próximo artigo:
Após rumores do PSG, Barcelona tem nova reunião com De Jong
Próximo artigo:
Vanderlei à venda? Torcida do Santos compra briga para dar recado a Sampaoli
Próximo artigo:
Klopp comemora vitória apertada do Liverpool na Premier: "Estou muito feliz"
Próximo artigo:
Modric afasta saída do Real Madrid: "tenho mais um ano e meio de contrato"
Fechar