Jordi Alba, três assistências que ainda não convencem Luis Henrique

Comentários()
Getty Images
O técnico volta a deixar o lateral do Barcelona de fora da convocação contra o País de Gales e Inglaterra, mesmo demonstrando sua boa forma

Jordi Alba tem previsões de não retornar à seleção espanhola depois que Luis Enrique, técnico da equipe nacional, voltou a deixa-lo fora da lista de convocados para as partidas contra o País de Gales e Inglaterra, pela UEFA Nations League, na próxima semana.

A situação contrasta com o pleno estado de boa forma que Alba demonstrou em Wembley, durante o duelo entre TottenhamBarcelona, no qual deu três assistências para gols.

É um mérito que apenas um defensor conseguiu em toda a história da Champions League, Philipp Lahm. O ex-lateral do Bayern de Munique foi um jogador indiscutível até o fim de sua carreira, tanto pela equipe bávara quanto pela seleção alemã.

Já Alba, intocável desde sua estreia na seleção em 2011, havia sido uma peça chave tanto com Vicente Del Bosque como com Julen Lopetegui. Em contrapartida, com Luis Enrique, técnico que dirigiu o Barça por três anos, perdeu todos os méritos com a camisa ‘Roja’.

O técnico preferiu contar com Marcos Alonso e Gayá, dois jogadores com níveis bons, mas ue ainda ficam atrás da categoria do jogador do Barça.

Para o clube catalão é uma boa notícia ter um titular como Alba descansando na semana que vem. Para ele, que tem o perfil competitivo e que quer sempre jogar, talvez nem tanto.

O que fica cada vez mais evidente é que Luis Enrique colocas suas fobias e medos diante da equipe nacional. Realizar uma revolução no elenco, como fez a França em 2014 após seu fracasso no Mundial, seria até compreensível. Mas o que acontece é que a revolução se limitou a apenas um punhado de jogadores que ficaram de fora, e Alba, apesar de ser o melhor de sua posição, é um deles.

Fechar