Jogadores do Vasco acusam torcida do Oriente Petrolero de racismo

Última atualização

O Vasco avançou na Copa Sul-Americana após empatar com o Oriente Petrolero, mas os jogadores cruzmaltinos deixaram o campo irritados, acusando a torcida boliviana de racismo.

Na marca dos 40 minutos do segundo tempo, os reservas do Vasco alegaram à arbitragem ver gestos e ouvir gritos de "macacos" vindos da torcida mandante. O árbitro, no entanto, não considerou o fato e ainda deu cartão amarelo ao zagueiro Ricardo Graça. 

Em sua rede social, o Vasco apoiou seus atletas e repudiu o ato na Bolívia:

Quer ver jogos da Copa Sul-Americana ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN com um mês grátis!

O Cruzmaltino ficou com a vaga após ter vencido no jogo de ida por 1 a 0, no Rio de Janeiro, com gol de Germán Cano.

Agora, o Vasco aguarda pela definição dos classificados para conhecer o adversário da próxima fase por meio de sorteio realizado pela Conmebol.