Jogadores do Cruzeiro vibram com título e Arrascaeta brinca: “quase perdi o voo”

Comentários()
CARL DE SOUZA/AFP/Getty
Confira o que disseram os principais personagens da Raposa após a conquista da Copa do Brasil

Os profissionais do Cruzeiro não esconderam a felicidade após a conquista do bicampeonato da Copa do Brasil, após vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians em Itaquera nesta quarta-feira (18).

Ainda no gramado, o clima foi de exaltar a entrega dos jogadores e o próprio clube, que agora com um total de seis títulos tornou-se o maior campeão da Copa do Brasil.

Léo: "Ser campeão aqui novamente, bicampeão, nunca tinha acontecido na história", disse para o SporTV. "É muita alegria participar deste momento, é emocionante. Muito bom, sensacional".

Arrascaeta: "Na verdade, satisfação muito grande, segundo ano consecutivo. Fiz muito sacrifício pra chegar, quase perdi o voo, fui o último passageiro. Agora é comemorar com os caras (...) O mais importante é ficar na história deste grande clube, comemorar com a torcida", afirmou o autor do gol do título, que chegou ao Brasil ainda nesta quarta-feira (18) após representar a seleção uruguaia em amistosos.

Dedé:  "Consegui. Na hora da preleção, falei pra eles: aproveitem, façam o impossível, porque eu queria estar muito com vocês", disse, relembrando a temporada 2017 quando ainda estava lutando para se recuperar de uma grave lesão. "Hoje eu posso coroar este momento com titulo e jogando. Graças a Deus, com título e ajudando meus companheiros".

Thiago Neves: "Muito difícil jogar aqui, todos sabem, acho que a gente fez um jogo equilibrado, a pressão iríamos tomar o jogo todo, mas nosso time joga bem fora de casa, é cascudo. Sabemos sofrer quando precisa e sabemos matar o jogo quando precisa matar. A gente merecia o título, o time mereceu por tudo que a gente faz, pelo que a gente trabalha. Eu só agradeço mais uma vez pelo bicampeonato do Cruzeiro (...) A gente merecia o título, o time mereceu, por tudo que a gente faz, por tudo que a gente trabalha. Eu só agradeço mais uma vez pelo bicampeonato do Cruzeiro".

Fábio: "Pedi a Deus que a gente pudesse jogar como se fosse a primeira vez. Combina com a coroa do Cruzeiro. Nação azul, é hexa! 2018, Cruzeirão cabuloso é hexa, com a glória de Deus, sempre!".

Lucas Silva: "Fiquei muito chateado (por não ter sido titular), um dos momentos de mais chateações que eu tive. Mas sabia que era um momento importante, jamais iria brigar com treinador, com jogadores. Sabia que poderia ser importante e eu queria muito esse título. Muitos amigos brincam comigo que sou chama título para o Cruzeiro, estou pegando esse apelido para mim".

Próximo artigo:
Má fase de Marcelo pode acelerar seu reencontro com Cristiano Ronaldo na Juventus
Próximo artigo:
Abre o olho Barcelona! Representantes do PSG estão na Holanda para conversar com De Jong
Próximo artigo:
Real Madrid trabalhou melhor que seus concorrentes por Militão
Próximo artigo:
Love, Arana, Luan, Romero, Ramires... Duílio comenta negociações do Corinthians
Próximo artigo:
RB Brasil 1 x 1 Palmeiras: Borja abre o placar, mas Verdão cede empate ao RB Brasil em estreia de 2019
Fechar