Jogadores de Camarões se recusam a viajar e cobram premiação mais alta

Última atualização
Tolu Olasoji

Por algumas horas a Copa Africana de Nações quase ficou sem seu atual campão.

Os jogadores de Camarões se recusaram a deixar o hotel do time em Yaounde, capital do país, rumo ao aeroporto por falta de acordo com a confederação local sobre o pagamento pela participação da seleção no torneio.

QUER VER JOGOS AO VIVO OU QUANDO QUISER? ACESSE O DAZN E TESTE O SERVIÇO POR UM MÊS GRÁTIS!

Apenas depois de muitas horas de negociação que envolveram um emissário da Presidência, os jogadores e o Ministro do Esporte que as partes se acertaram.

A Copa Africana de Nações começa nesta sexta-feira (21) no Egito e Camarões é a única seleção que ainda não havia chegado ao país.

As seleções precisam chegar na sede cinco dias antes do seu primeiro jogo. O time treinado por Clarence Seedorf estreia no próximo dia 25 contra Guiné Bissau.

Os jogadores publicaram um comunicado dizendo que eles tiveram que pagar do próprio bolso as passagens aéreas para ir até o centro de treinamento da seleção e que ninguém recebeu pelo período de treinamento em Madrid e Doha.

Mais artigos abaixo

Eles pedem um pagamento de 61 mil euros (R$ 264 mil) por jogador pela participação, mas a confederação local diz que pode pagar apenas metade disso.

Detalhes do acordo não foram revelados.