Jogaços e grandes duelos fecham as oitavas de final da Champions League

Comentários
Últimos classificados às quartas de final serão definidos nesta semana

Quatro torcidas irão celebrar e outras quatro irão chorar nesta semana na Champions League. Isso porque nesta semana, quatro confrontos irão decidir os últimos classificados às quartas de final da melhor competição de clubes do planeta, com os duelos de volta das oitavas de final.

As definições começam nesta terça-feira (13), às 16h45 (de Brasília). Em Old Trafford, o Manchester United recebe o Sevilla. Após o empate por 0 a 0 no Ramón Sánchez Pizjuán, o confronto está totalmente aberto. O favoritismo é do time de José Mourinho, que possui um ótimo esquadrão e vários jogadores capazes de decidir a partida, além de muita força defensiva e atuar em casa, onde os Red Devils são ainda mais fortes.

No entanto, o Sevilla tem condições de surpreender e se classifica com uma vitória por qualquer placar ou um empate com gols. Logo, a eliminatória promete e tudo pode acontecer.

Já no outro duelo do dia, a Roma recebe o Shakhtar Donetsk no Estádio Olímpico. Em outro confronto totalmente aberto, a vantagem está com os ucranianos, que venceram em casa por 2 a 1. A vantagem, porém, é totalmente reversível, já que um triunfo por 1 a 0, por exemplo, dá a vaga aos Giallorossi. Os dois times são muito bons e possuem ótimos nomes. A expectativa é de um grande jogo e tudo pode acontecer.

Edin Dzeko Shakhtar Roma Champions League(Foto: Getty Images)

Para fechar as oitavas de final da Champions League, na quarta-feira (14), o Bayern de Munique visita o Besiktas, às 14h (de Brasília). O embate é mera formalidade após a goleada dos Bávaros por 5 a 0 em casa no duelo de ida. A equipe alemã deve apenas confirmar sua superioridade e a vaga nas quartas de final.

No mesmo dia, às 16h45 (de Brasília), por outro lado, Barcelona e Chelsea prometem um jogaço no Camp Nou. Na ida, empate por 1 a 1 em Stamford Bridge. O Barça é o favorito por ser superior e atuar em casa, e também porque terá mais espaços para atacar, visto que os Blues precisarão subir mais vezes ao ataque para marcar gols, já que precisam marcar para avançar às quartas de final. No entanto, a equipe de Antonio Conte tem talento o suficiente para mais uma vez passar pelos Blaugranas.

Próximo artigo:
Ex-Barça leva multa recorde e pode até ser preso por briga com cantor na Turquia
Próximo artigo:
Os melhores jogadores da história da Seleção Brasileira
Próximo artigo:
Brasil x Argentina: o histórico do Superclássico das Américas
Próximo artigo:
Estreia oficial de Messi como jogador do Barcelona em La Liga completa 14 anos
Próximo artigo:
Jornal: Barcelona vai se afastar de Ronaldinho e Rivaldo por apoio a Bolsonaro
Fechar