Jérôme Valcke tem apelação negada e terá que cumprir 10 anos de afastamento do futebol

Comentários()
Getty Images
Pena imposta em junho de 2016 é relacionada a uma série de violações ao código de ética da FIFA enquanto esteve no cargo

Antigo secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke teve a apelação pedida em fevereiro, em relação aos 10 anos de banimento das atividades ligadas ao futebol, negada pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

O tribunal concordou que a punição imposta a Valcke é totalmente proporcional. Ele foi condenado em junho de 2016, após a confirmação de diversas irregularidades enquanto esteve na função, desde 2007. Um dos exemplos é o caso envolvendo o lucro ilícito com as vendas de ingressos para a Copa do Mundo do Brasil, em 2014.

A pena prevê o cumprimento de 10 anos de afastamento e o pagamento de multa de 100 mil francos suíços (equivalente a R$ 370 mil).

GFX Valcke 27072018

O TAS afirmou que as violações ao código de ética da instituição que servia foram "um conjunto de ações seriamente graves, e que a falta de cooperação com as investigações da FIFA, além de obtenção de benefícios ilícitos" justificam a punição.

Valcke foi afastado das funções em setembro de 2015 e exonerado do cargo em janeiro de 2016.

Fechar