Italiano campeão mundial em 2006 é condenado por envolvimento com a máfia

Comentários()
Getty Images
Iaquinta recebeu a sentença após ser acusado de crimes relacionados à posse ilegal de arma e associação a máfia

Campeão mundial com a Itália em 2006, Vincenzo Iaquinta foi condenado a dois anos de prisão. De acordo com as investigações da polícia italiana, o jogador estava ligado a uma das maiores máfias do país, a Ndragheta. Além do ex-atacante da Udinese e Juventus, outros 150 réus foram julgados.

Iaquinta foi acusado de crimes relacionados à posse ilegal de arma e associação à máfia, crime no qual o pai do jogador, Giuseppe, também foi condenado a cumprir 19 anos de prisão. 

O promotor do caso estabeleceu a marca de seis anos de pena para o ex-atleta, e durante a leitura da sentença pai e filho declaravam as palavras "Vergonha, ridículo!".

Vincenzo Iaquinta Udinese
(Foto: Getty Images)

Fora do tribunal, Iaquita deixou claro sua indignação com o resultado final.

"O nome Ndrangheta sequer existe em nossa família. Vocês não podem ter me arruinado por nada só porque eu sou da Calábria (região da Itália) ou porque eles são Cutro..."

" Estou sofrendo como um cachorro para minha família e meus filhos sem ter feito nada, mas eu ganhei uma Copa do Mundo e tenho orgulho de ser Calabrese. Não fizemos nada porque com a Ndrangheta nós não temos nada ".

Próximo artigo:
Love, Arana, Luan, Romero, Ramires... Duílio comenta negociações do Corinthians
Próximo artigo:
RB Brasil 1 x 1 Palmeiras: Borja abre o placar, mas Verdão cede empate ao RB Brasil em estreia de 2019
Próximo artigo:
Rhodolfo celebra gol, vitória e volta por cima no Flamengo: “Nunca deixei de trabalhar”
Próximo artigo:
Luan diz que balançou com proposta do Corinthians para deixar o Galo e deixa futuro em aberto
Próximo artigo:
Barcelona 3 x 1 Leganés: Messi sai do banco para garantir vitória do Barça no Camp Nou
Fechar