Islândia anuncia boicote diplomático à Copa do Mundo da Rússia

Comentários()
(C)Getty Images
Em nota oficial à Embaixada russa, o governo da Islândia está suspendendo seus contatos bilaterais com o país sede da Copa

O governo da Islândia informou, nesta segunda-feira (2), durante uma conversa telefônica com a embaixada russa, em Reykjavik, que suspenderia temporariamente os contatos bilaterais com o país que sediará a Copa do Mundo deste ano.

Fabio Cannavaro Cafu Iceland FIFA World Cup 2018 draw
(Foto: Getty Images)
 

Segundo a agência Tass, o embaixador russo, Anton Vasilyev, foi o porta-voz da retirada 'diplomática' do país nórdico-europeu do maior evento futebolístico do planeta por questões diplomáticas. "Consequentemente, os líderes da Islândia não vão participar da Copa do Mundo de 2018 na Rússia neste verão", disse .

Mais artigos abaixo

Em campo, nada muda. Os islandeses enfrentarão normalmente Argentina, Nigéria e Croácia, pelo Grupo D, considerado o da 'morte' do torneio. 

Ataques a espiões

Em nota oficial, o governo da Islândia anuncia que "decidiu participar de uma ação conjunta dos países ocidentais, devido ao ataque com armas químicas na cidade inglesa de Salisbury, no começo do mês. O ataque é uma violação grave do direito internacional e uma ameaça à segurança e à paz na Europa. Armas químicas não foram aplicadas no continente desde o final da Segunda Guerra Mundial. A reação do governo russo ao ataque até agora não foi convincente e suas declarações inacreditáveis. Os nossos compatriotas dos países nórdicos, muitos países parceiros da Aliança Atlântica, e os principais estados membros da UE decidiram agir contra o governo russo. Na maioria dos casos, esses estados se referem a governantes russos do país. O envolvimento da Islândia é que todas as reuniões bilaterais com autoridades russas e de alto escalão serão adiadas indefinidamente. Com essa decisão, os líderes islandeses não comparecerão à Copa do Mundo na Rússia no próximo verão."
 

Próximo artigo:
Grandes clubes de São Paulo promovem ação de combate à violência contra a mulher
Próximo artigo:
Real Madrid entra na disputa com Barcelona para contratar De Jong, diz jornal
Próximo artigo:
Corinthians avança e faz oferta para recomprar Guilherme Arana
Próximo artigo:
Courtois e Benzema participam de treino do Real Madrid visando duelo contra o Sevilla
Próximo artigo:
Anúncio: Quer ver os jogos do Paquetá no Milan? DAZN anuncia transmissão exclusiva!
Fechar