Invicto, Flamengo aposta na base e torce por estrelas na final da Copa Sul-Americana

Comentários()
LUIS ACOSTA/AFP/Getty
Time Rubro-Negro ainda não conheceu a derrota na competição

O Flamengo encara o Independiente, na noite desta quarta-feira(06), na Argentina, pelo primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. De olho em terminar o ano de bem com a torcida, o Rubro-Negro entra com tudo para levantar a taça.

Por outro lado, o Independiente também encara a partida com muita seriedade, em caso de vitória, será o único time argentino a levantar um troféu internacional na temporada. 

O time de Avellaneda, inclusive, é o maior campeão da Copa Libertadores da América, principal torneio de clubes da América do Sul, apesar dos muitos títulos a última conquista foi em 1984, o que traz certo incomodo para os torcedores do clube.

Mas o último título internacional foi justamente a Copa Sul-Americana, conquistada pelo Independiente em 2010. Já o Flamengo, não levanta um título fora de seu país desde 2001, quando conquistou a Copa Mercosul.

Para garantir o título e quebrar o jejum de conquistas internacionais, o time de Reinaldo Rueda aposta na base, já que justamente com ela vem fazdendo bonito na Sul-Americana, competição na qual está invicto.

Flamengo vs Chapecoense 20092017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Na atual campanha, o Flamengo passou por Palestino, Chapecoense, Fluminense e Barranquilla, enquanto o time argentino passou por Allianza Lima, Deportes Iquique, Atlético Tucúman, Nacional do Paraguai e Libertad. 

Vale ressaltar que o Rubro-Negro entrou numa fase a diante porque foi eliminado precocemente da Copa Libertadores da América 2017, com isso, teve o dinheiro de começar direto na segunda fase da competição.

Com a base fazendo a diferença e um jogo aéro muito forte, o Flamengo aposta no estilo copeiro para sair de campo em vantagem para o jogo decisivo no Maracanã. Felipe Vizeu vem se destacando no comando de ataque e já marcou cinco tentos nesta competição.

Juan Rever Flamengo Cruzeiro Copa do Brasil 08 09 2017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

O Flamengo também conta com uma zaga forte pelo alto para controlar o jogo atrás e decidir na frente. Juan e Réver sabem como poucos fazer gols e segurar o jogo aéro do adversário. 

Ainda que a dupla Diego e Everton Ribeiro não tenha brilhado nos últimos jogos, a qualidade dos dois é indiscutível e eles podem ser o verdadeiro diferencial do Flamengo na decisão. Na bola parada, por exemplo, o camisa 10 tirou o Flamengo de momentos críticos, enquanto o camisa 7 já mostrou que ter repertório para entregar muito mais.

Flamengo e Independiente se enfrentam nesta quarta(06), às 21h45(horário de Brasília), em Avellaneda, na Argentina. A partida é válida pelo primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. 

Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo retorna à Madrid e ratifica acordo judicial por fraude fiscal
Próximo artigo:
Com Boateng, Barcelona confirma time diferente, mais durão e de bad boys
Próximo artigo:
Mbappé ultrapassa Neymar e Cavani e assume primera posição - o Índice de Performance da Ligue 1
Próximo artigo:
No Flamengo, Bruno Henrique pode ser a solução para impaciência com Vitinho
Próximo artigo:
Lesionado em seu melhor momento, Dembelé 'obriga' reação de Coutinho no Barcelona
Fechar