Notícias Placares ao vivo
Internacional

Inter bate o Cruzeiro, e vantagem na Copa do Brasil simboliza trabalho de Odair

00:14 BRT 08/08/2019
Edenílson Cruzeiro Internacional Copa do Brasil 07082019
No centésimo jogo do treinador, os dois jogadores mais utilizados por ele foram fundamentais nas duas pontas do gramado

O Internacional saiu com uma grande vantagem na semifinal da Copa do Brasil, ao bater o Cruzeiro por 1 a 0 nesta quarta-feira (07). No próximo dia 4 de setembro, quando será disputado o duelo de volta, os gaúchos jogam pelo empate para avançarem à grande decisão. A vitória obtida no Mineirão foi emblemática do bom trabalho feito pelo técnico Odair Hellmann.

Foi o 100º jogo de Odair como técnico do Inter – desde 1976, com o icônico Rubens Minelli, o clube não tinha um mesmo comandante por tanto tempo. Mas a marca do treinador não ficou evidenciada apenas pelo seu duelo centenário: ficou pela segurança defensiva, aliado ao bom aproveitamento nas chegadas ao ataque (o Cruzeiro teve 63% da posse de bola e arriscou 10 finalizações no total, acertando apenas uma enquanto os gaúchos obrigaram Fábio a fazer quatro defesas em oito arremates); e também por causa das excelentes exibições de dois jogadores, especificamente: Cuesta e Edenílson.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

Dentro do Mineirão, Cuesta conseguiu ler bem os espaços para dificultar a missão de um Cruzeiro já ansioso pelo jejum de gols – que chegou a oito partidas. O zagueiro argentino bloqueou mais finalizações do adversário [3] do que o goleiro Marcelo Lomba fez defesas [somente uma]. Ninguém bloqueou mais finalizações do que o defensor, que seguiu a demonstrar sua classe. Já o gol que deu a vitória aos gaúchos veio dos pés de Edenílson, que na ausência de D’Alessandro, suspenso, e em meio a má fase de Nico López é, talvez, quem consiga melhor organizar as jogadas do time.

Nesta quarta, o meio-campista mostrou oportunismo para aproveitar o rebote da bela defesa feita por Fábio, após cobrança de falta feita por Paolo Guerrero, para estufar as redes – foi o quinto tento de Edenílson em 2019, igualando, com 14 jogos a menos, o mesmo número de bolas nas redes que somou em 47 partidas disputadas em 2018, o melhor número de sua carreira.

(Foto: Divulgação/Inter)

Em 100 jogos, Odair Hellmann soma 55 vitórias, 23 empates e 22 derrotas. No mata-mata de copas, o triunfo sobre o Cruzeiro foi o 14º em 19 duelos (complementados por três empates e apenas duas derrotas). Os dois jogadores mais utilizados pelo técnico, que busca o seu primeiro título, desde que assumiu o time, em 2017, foram Cuesta e Edenílson.