Ídolo do Manchester United critica time e até “vaga-lume” Bruno Fernandes

Getty

Em boa fase e na vice-liderança da Premier League, o Manchester United era só sorrisos... até a eliminação para o rival Manchester City no clássico da cidade pela Copa da Liga Inglesa, por 2 a 0, em Old Trafford. Como é comum acontecer em times vivendo "seca de títulos", a derrota já acendeu a desconfiança em parte da torcida, acostumada a se decepcionar nos últimos tempos.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Desde que chegou aos Red Devils, Bruno Fernandes serviu como peça fundamental da ascensão da equipe, levando-a, junto com outros atletas como Marcus Rashford, para a Liga dos Campeões, em 2020-21, além da briga pelo título, até agora, no Campeonato Inglês. Mas o português vem sendo questionado por "sumir em jogos grandes".

E a opinião vem do ídolo Roy Keane. O meio-campista irlandês passou mais de dez anos no clube, além de ter conquistado sete troféus da Premier League e levantado a taça da Liga dos Campeões da Uefa em 1998-99. O jogador, que viveu anos dourados na equipe comandada por Sir Alex Ferguson, colocou panos frios na empolgação com o português.

Bruno Fernandes, Man Utd, Premier League 2020-21

Principalmente, o agora comentarista da Sky Sports atacou a postura de Bruno Fernandes em jogo grandes, chamando-o de "vaga-lume", pela tendência em desaparecer. A partida do meia foi criticada contra o Manchester City, já que o atleta praticamente não tocou na bola e não teve sucesso contra o rival.

"Não é fácil ser campeão no futebol. Jogadores grandes costumam aparecer em jogos grandes. Bruno Fernandes tem recebido muitos elogios nos últimos tempos, muitas comparações." declarou Keane em seus comentários após a partida. "Bruno Fernandes não fez tanta coisa na partida. Ele precisa aparecer em um grande jogo. Ele vem sendo comparado a Cantona, mas Cantona aparecia em jogos grandes."

Por mais que o estilo de jogo dos dois seja completamente diferente, já que o francês atuava no comando de ataque, enquanto o português joga como armador, a comparação era mais simbólica pelo que a chegada de ambos representou: Cantona chegou ao Manchester United em 1992-93 e foi peça fundamental na equipe que quebrou a fila de mais de 25 anos sem conquistar o Campeonato Inglês - os Red Devils não eram campeões nacionais desde 1966-67.

"Esse time precisa de mais para ganhar títulos. Um ou dois titulares de confiança podem fazer todo o elenco evoluir. Precisamos de jogadores com confiança e mentalidade para entrarem em campo e ganharem uma semifinal."

A expectativa é que Bruno Fernandes consiga realizar esse papel e ser o grande craque da equipe que vai tirar o United de um período sem conquistas tão relevantes. Para isso, o time tem que continuar vencendo na Premier League: a equipe volta aos gramados pela competição neste próximo dia 12, diante do Burnley. Antes disso, porém, terá a estreia na Copa da Inglaterra, contra o Watford, neste sábado (9), às 17h.