Ibrahimovic rasga elogios ao Milan: "Não queria ter saído para Paris"

Comentários()
Getty Images
Especulado nos Rossoneri, craque sueco exalta gigante italiano

Muito especulado no Milan nas últimas semanas, Zlatan Ibrahimovic alimentou os boatos de um retorno ao gigante italiano. Perguntado sobre o ex-clube, o craque sueco não só reafirmou o carinho pelos Rossoneri e confirmou o interesse em sua volta como também exaltou o time e revelou que não queria ter se transferido para o PSG, deixando a equipe rubro-negra.

"Há interesse, mas eu ficarei bem se ficar mais um ano em Los Angeles (no Galaxy). Não é segredo algum que o Milan gosta de mim. Eu tive dois anos maravilhosos lá e não queria sair, mas eles me "forçaram" a ir para Paris", disse Ibra à Vanity Fair.

"Nós vencemos, me tornei artilheiro em um grande clube com uma grande atmosfera, e a velha guarda também estava lá ainda. Era um maravilhoso grupo de jogadores, com os quais eu tive a sorte de jogar junto e vencer. E eu sei o que significa vencer na Itália. Vencer é tudo", completou.

"Eu joguei pelos três maiores clubes da Itália: Juventus, Milan e Inter. O Milan me tratou bem. Eu vim do Barcelona, onde eu experimentei a tristeza, mas o Milan colocou um sorriso novamente no meu rosto. Eu queria retribuir. Eu não vou dizer 'não' e não vou dizer 'sim'. Nós vamos ver. Gattuso foi um grande jogador e é um grande técnico. Eu vejo como os jogadores amam ele. Quando você ganha com pessoas como ele, e nós vencemos o Scudetto e a Supercoppa juntos, é maravilhoso. Bons tempos", lembrou.

Fechar