Hernanes 'frustrado' com eliminação na Libertadores: "torcida tem o direito de xingar"

Comentários()
Alexandre Schneider/Getty
Experiente meio-campista fala sobre a pior campanha do São Paulo na história da Copa Libertadores da América e tira culpa de André Jardine

Hernanes foi o primeiro jogador do São Paulo a se pronunciar depois da eliminação para o Talleres, da Argentina, na Fase 3 da Copa Libertadores. O meio-campista deu razão à torcida, que se manifestou de forma veemente na arquibancada do Morumbi após o empate em 0-0.

"A torcida tem direito de xingar, de reclamar. Nesse momento, é difícil. Nós damos razão, mas o time correu, lutou, acreditou. Pecamos no jogo da ida. Hoje a gente se frustra. Pedir desculpas ao torcedor. Eles fizeram uma festa magnífica mais uma vez, mas é difícil. Desculpa, torcedor, desculpa. Vamos trabalhar e dar a volta por cima", declarou.

Mais artigos abaixo

Perguntado sobre o trabalho de André Jardine, efetivado no fim de 2018, o experiente atleta falou que ainda não houve tempo hábil para ajustar o time.

"Eu acho que, hoje, depois de 40 dias de trabalho, o time começa a... Um jogo como esse não é técnica, não é tática, é coração. O time mostrou isso, mas não foi o suficiente, porque pecamos antes. É o espírito que precisamos ter. Temos que honrar essa camisa, esse clube", comentou.

"Dificuldade de entrosamento, a equipe está se formando, 40 dias de trabalho. É esse espírito que faltou um pouco. Conseguimos mostrar isso, mas não foi o suficiente ainda. É pedir desculpas para o torcedor, é frustrante, mas vamos dar a volta por cima", acrescentou.

Fechar