Hazard relembra “histeria” envolvendo Neymar na Rússia e põe Messi acima de todos

Comentários()
Getty Images
O meia-atacante do Chelsea não teve nenhuma dúvida na hora de responder a sua preferência pelo argentino

Cristiano Ronaldo ou Messi? Para Eden Hazard, camisa 10 do Chelsea, a resposta é muito fácil. Em uma longa entrevista para o HLN, o meia belga falou sobre a admiração em relação ao argentino e também relembrou a pressão que via em Neymar no encontro de quartas de final que eliminou a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2018.

“Você diz dois G.O.A.Ts (expressão alusiva à Melhor de Todos os Tempos)? Nada disso. Tem apenas um G.O.A.T: ele, Lionel Messi!”, afirmou Hazard, que relembrou dos confrontos entre Chelsea e Barcelona pelas oitavas de final da Champions League 2017-18, no qual os catalães avançaram.

“Aqueles dois jogos contra o Barcelona não estão entre as minhas melhores recordações de 2018. Eu estava feliz de enfrentar o Barcelona e o Messi, mas não entreguei o que eu esperava. Fiquei decepcionado”.

“Os meus três filhos estavam no estádio no jogo em casa, no Stamford Bridge. O mais velho é um grande fã do Messi. Na verdade, todos nós somos. Ele queria ver o Messi naquele dia porque o Messi é um jogador especial”.

Se as lembranças da Champions League não foram das melhores em 2018, a coisa muda de figura quando o assunto é Copa do Mundo. Nos gramados da Rússia, Hazard foi um dos grandes craques do torneio e ajudou a levar a Bélgica às semifinais – perdendo apenas para a futura campeã, a França.

E um dos duelos mais marcantes para o camisa 10 foi a vitória de 2 a 1 da Bélgica sobre a Seleção Brasileira, nas quartas de final, um jogo marcado por um excelente primeiro tempo dos europeus e pelas grandes defesas do goleiro Thibaut Courtois na etapa derradeira. Após o apito final, em meio à euforia Hazard separou um tempo para consolar Neymar.

“Aquilo aconteceu naturalmente. Eu não pensei a respeito quando nos encontramos. Eu só me coloquei no lugar dele. Todo mundo esperava que ele seria o melhor jogador da Copa do Mundo. Tinha que ser o Neymar, Messi estava fora do torneio e Cristiano Ronaldo também. A pressão em seus ombros deve ter sido imensa”.

“Eu conheço a sensação, mas dez mil vezes maior do que na Bélgica, quando eles esperavam muito de mim em 2014. A nação, os torcedores, os jornalistas. Era Neymar, Neymar, Neymar. Tudo era Neymar, Neymar, Neymar”.

Neymar Thierry Henry Brazil Belgium(Foto: Getty Images)

“Foi uma histeria exagerada. Nós ganhamos? Então é por causa do Neymar. Nós perdemos? Então a culpa é de Neymar. É como se os outros 22 jogadores do Brasil sequer participassem”, avaliou. “Nós não conversamos, o inglês dele não é tão bom. Foi só pelo gesto, não foram as palavras. Em um momento difícil eu quis fazer com que ele se sentisse respeitado, confortá-lo. Ele é dos melhores do mundo, a sua hora vai chegar. Talvez na próxima Copa do Mundo”.

Hazard é o líder em assistências (10 passes para gols) nesta edição da Premier League, além de também ser o artilheiro do Chelsea no certame (10 tentos). Os Blues ocupam a quarta posição.

Próximo artigo:
Cruzeiro se encontra com representantes de Dodô e fica mais próximo de anunciar ex-lateral do Santos com reforço
Próximo artigo:
Sevilla encara o seu maior pesadelo: Lionel Messi
Próximo artigo:
Real Madrid estuda ceder James Rodriguez ao Tottenham para ter abatimento no custo de Eriksen
Próximo artigo:
Avião que levava jogador argentino ao seu novo clube desaparece na Europa
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo retorna à Madrid e ratifica acordo judicial por fraude fiscal
Fechar