Gum se despede do Fluminense garantindo que fez de tudo para ficar no clube

Comentários()
Alexandre Loureiro / Getty Images
O zagueiro defendeu o Tricolor por nove anos e não teve o seu contrato renovado

Após nove anos, Gum deixa o Fluminense e não será jogador do clube em 2019. Jogador que mais vestiu a camisa Tricolor neste século (foram 414 partidas disputadas), o zagueiro não teve o seu contrato renovado e está na mira da Chapecoense e CSA. Entretanto, antes de acertar o seu futuro o atleta escreveu um emocionante texto para agradecer o seu período na rua Álvaro Chaves.

Na mensagem, Gum também destaca que fez de tudo para permanecer no Fluminense. O jogador de 32 anos aceitou uma redução salarial, mas queria  um vínculo de dois anos enquanto o clube só ofereceu contrato de uma temporada.

“Neste dia 31 de dezembro de 2018 chega ao fim essa história com as três cores que traduzem tradição. Posso afirmar com toda a minha sinceridade que não faltaram esforços da minha parte para permanecer. Mas Deus sabe de todas as coisas. Saio de cabeça erguida, com a consciência de que dei tudo o que podia e não podia a essa torcida. Estarei com vocês sempre no meu coração”, diz parte do texto.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Toda saga tem seu fim... Ao longo desses quase dez anos, eu posso dizer que me entreguei de corpo e alma ao Fluminense. Jamais faltou luta. Raça. Entrega. Determinação. Força de vontade. O Fluminense me proporcionou muita coisa, e o que a torcida tricolor fez por mim eu tentei retribuir ao máximo. Sempre. Foram muitos títulos, vitórias, emoções, mas também houve derrotas, frustrações, sofrimento. Intensidade é o que marcou essa minha trajetória no Fluminense. Hoje posso dizer que minha vida no futebol se confunde com o Fluminense. Com a torcida tricolor. Combati o bom combate, todas as vezes. Neste dia 31 de dezembro de 2018 chega ao fim essa história com as três cores que traduzem tradição. Posso afirmar com toda a minha sinceridade que não faltaram esforços da minha parte para permanecer. Mas Deus sabe de todas as coisas. Saio de cabeça erguida, com a consciência de que dei tudo o que podia e não podia a essa torcida. Estarei com vocês sempre no meu coração. Saudações tricolores!

Uma publicação compartilhada por Gum Rodrigues (@gumoficial) em

Com a camisa do Fluminense, Gum foi bicampeão brasileiro (2010 e 2012) e estadual (2012).

Próximo artigo:
Trauco pode trocar o Flamengo pelo Sevilla, informa jornal
Próximo artigo:
Solari não pensa em reforçar o ataque do Real Madrid: "temos um elenco maravilhoso"
Próximo artigo:
São Paulo no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
Corinthians acerta devolução de Jonathas ao Hannover
Próximo artigo:
Juventus x Milan: Horário, local, onde assistir e prováveis escalações
Fechar