Guerrero apela pela última vez para retornar aos gramados e vê pedido negado

Comentários()
Getty Images
Após resultado positivo para uso de "benzoilecgonina", substância encontrada na cocaína, Guerrero recebeu punição de um ano pela Fifa

Atacante do Internacional e da seleção peruana, Paolo Guerrero teve último recurso contra suspensão por doping negado pelo Tribunal Federal Suíço (BGER).

Nesta segunda-feira (01), o BGER confirmou a decisão de vetar apelo feito pelo jogador para o final da suspensão que tem data para término em abril de 2019.

Liberado para atuar na Copa do Mundo Rússia com o Peru, atleta achou que a penalidade estaria com os dias contatos. No entanto, em pedido feito pela Agência Mundial Antidoping para manter a punição ao Tribunal de Arbitragem do Esporte, Guerrero sofreu outro revés nos tribunais.

Embora tenha assinado contrato de três anos com o Internacional, peruano ainda não estreou com equipe Colorada devido à suspensão.

Fechar