Guardiola se queixa do calendário da Premier League: "Vamos matar os jogadores"

Comentários
Técnico indicou que Gabriel Jesus ficará fora entre quatro e seis semanas

Pep Guardiola, técnico do Manchester City, criticou o calendário de feriado da Premier League: "Vamos matar os jogadores". O treinador indivou que Gabriel Jesus "estará fora entre quatro e seis semanas. Talvez um pouco mais".

"Vamos matar os jogadores. A tradição é tradição, mas o calendário não protege os jogadores. Não é normal. Já sei que 'o show deve continuar', mas não é normal. Fazem muitos controles antidoping mas tem que controlar isso. Todos estamos neste negócio graças aos jogadores. Eles são os artistas. A torcida vem vê-los, não aos treinadores ou entrevistas coletivas. Não se pode jogar a cada dois dias. Isto não é basquete ou tênis, aqui os jogadores não se recuperam tão rápido".

Manchester City Watford 02012018
(Foto: Getty Images)

Por exemplo, de 19 de dezembro a 9 de janeiro, o Manchester City terá disputado sete jogos oficiais.

Guardiola, no entanto, também celebrou o retorno de David Silva. "Estamos muito contentes que esteja de volta, ainda que não saibamos quanto tempo poderá estar conosco. Talvez tenha que voltar a ir. É livre de ir se necessitar. Os assuntos familiares são mais importantes, não importa se perdemos pontos".

Próximo artigo:
Cruzeiro bate Corinthians e agora ostenta marca de ter derrotado todos os grandes rivais paulistas em decisões
Próximo artigo:
Arena Corinthians registra maior renda da sua história em jogos do Timão
Próximo artigo:
Andrés pede desculpas pelo vice, admite preocupação com o rebaixamento e promete time forte em 2019
Próximo artigo:
Copa do Brasil 2018: quando é disputada, qual o formato e resultados da competição
Próximo artigo:
Copa do Brasil: igualado com o Grêmio em finais disputadas, Cruzeiro se torna o maior campeão da Copa do Brasil
Fechar