Guardiola explica por que o Manchester City diminuiu seus gastos em reforços

Comentários()
Getty Images
O treinador da equipe inglesa disse, em entrevista coletiva, que possivelmente o clube só vai fazer mais uma contratação

O Manchester City não poupou gastos para montar o elenco que viria a conquistar, de forma espetacular, o campeonato inglês na temporada passada, 2017-18. A equipe treinada por Pep Guardiola gastou cerca de 250 milhões de euros em reforços.

Muitos deles vieram, também, para rejuvenescer o grupo de jogadores dos Citizens. Os reforços, como o goleiro Ederson ou o zagueiro Aymeric Laporte, ajudaram a equipe azul a diminuir sua média de idade para a terceira menos do último Campeonato Inglês.

Entretanto, quem tinha expectativas de que o City voltaria a ‘abrir a carteira’ para contratar alguns dos melhores jogadores do mundo, pode se decepcionar. Durante entrevista coletiva, Guardiola explicou por que a atual janela de transferências de sua equipe não está marcada pelas altas cifras – até o momento foram ‘apenas’ cerca de 70 milhões de euros.

“Eu adoro trabalhar com pessoas boas, e odeio trabalhar com pessoas que não são respeitosas”, disse. “Estamos tentando, é importante ter qualidade em campo. Se contratarmos, será mais um. Mas neste momento vamos seguir assim, o mercado de transferência está muito caro, gastamos muito no ano passado porque tínhamos um time muito velho. Vamos tentar seguir com os mesmos rapazes, talvez venha mais um, talvez não”.

Riyad Mahrez & Pembelian Termahal Dalam Sejarah Manchester City(Foto: Divulgação/Man.City)

Até o momento, o principal reforço anunciado pelo Manchester City foi o meia-atacante Riyad Mahrez, destaque do Leicester.

Fechar