Grohe lamenta eliminação na Libertadores e defende justiça no futebol: “VAR apontou, não tem o que discutir”

Comentários()
Amilcar Orfali/Getty Images
O arqueiro gremista não escondeu a tristeza pela eliminação para o River Plate e não reclamou do pênalti marcado no segundo tempo

O goleiro Marcelo Grohe não escondeu a tristeza pela eliminação do Grêmio nas semifinais da Libertadores da América, após derrota de virada por 2 a 1 para o River Plate nesta terça-feira (30).

A equipe gaúcha tinha a vantagem após ter vencido por 1 a 0 em Buenos Aires, e esteve perto de carimbar vaga para a final após o gol de Leonardo. Entretanto, sofreu uma derrota com o segundo gol do River Plate anotado em pênalti anotado após auxílio do VAR.

"Difícil de falar agora, numa derrota. A gente tinha o jogo na mão. Infelizmente sofremos um gol de bola parada, vacilo nosso. Tivemos a bola do jogo para fazer 2 a 0, mas não conseguimos", afirmou o goleiro para o SporTV, que referiu-se a um lance envolvendo Everton, no segundo tempo.

"Depois tivemos um pênalti contra. O VAR apontou, não tem o que discutir (...) O juiz pediu pra confiar que tinha sido pênalti. Palavra dele, ele falou que viu o VAR”, completou o goleiro, que garantiu que o Grêmio deixa a Libertadores de cabeça erguida.

“Perdemos por vacilo nosso, tivemos o jogo na nossa mão e não tivemos a capacidade de segurar (...) Saímos com a cabeça erguida. Fizemos uma grande competição e saímos para um grande time”.

Próximo artigo:
Corinthians (3)2x2 (4) Vasco: nos pênaltis, Cruz-Maltino garante vaga na final da Copa São Paulo
Próximo artigo:
Botafogo no Mercado: Quem chega e quem sai em 2019?
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo recebe críticas após foto sorrindo em avião em dia de possível tragédia
Próximo artigo:
São Paulo 5x2 Guarani: Tricolor goleia e vai para a final da Copinha
Próximo artigo:
Mercado da bola: os principais rumores de Corinthians, São Paulo, Flamengo e os grandes clubes do Brasil
Fechar