Geral de volta ao Maracanã? Alerj aprova e estádio deve voltar a ter setor sem cadeiras

Comentários()
Getty Images
Maracanã pode voltar a contar com a “geral” e preços populares dos ingressos

Nesta terça-feira (24), deputados estaduais do Rio de Janeiro votaram o Projeto de Lei que pretende recriar a tradicional "geral” no Estádio do Maracanã. Após a votação, o projeto foi aprovado e foi para a aprovação do governador do Estado, Wilson Witzel.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

Segundo o texto base do projeto de autoria dos parlamentares André Ceciliano e Zeidan Lula, "o Maracanã necessita reforçar seus laços históricos com as parcelas da população de menor renda. A autorização para obras que venham a proporcionar o surgimento de setores com preços populares é o pontapé inicial para que o Maracanã reencontre a sua história e reforce os seus laços com seu povo, muitas vezes afastado pelo processo de elitização do futebol".

Mais artigos abaixo
Maracana
(Foto: robertharding)

Caso seja aprovado, ocorrerá mudanças atrás dos gols com as retirada das cadeiras, o que poderia gerar cerca de oito mil lugares com preços mais acessíveis ao público. Porém, o debate principal ocorre devido a necessidade de obras envolvendo custos públicos em um Rio de Janeiro que vive uma crise financeira.

Candidatos para as novas configurações, os setores Norte e Sul não necessariamente serão os escolhidos, uma vez que outros locais podem receber entradas a preços populares, algo destacado pela deputada Renata Souza: "A gente não pode mercantilizar a alegria das pessoas. O povo não consegue estar na festa do povo. O Maracanã concentra o maior número do povo pobre ganha mais brilho com as pessoas podendo utilizar esse espaço de convívio".

Fechar