Flamengo esquece fracassos recentes e busca redenção na Libertadores

Comentários()
Gilvan de Souza/Flamengo/Divulgação
Equipe precisa quebrar escrita para ir longe na maior competição de clubes da América e premiar trabalho feito por gestão Bandeira de Mello

O Flamengo começa, na noite desta quarta-feira(28), a luta pela redenção na Copa Libertadores da América, o Rubro-Negro encara o River Plate na estreia torneio mais importante para o clube no ano. Um bom começo é fundamental para uma equipe que vive o trauma de eliminações precoces.

Com o bom início de ano, onde o time de Carpegiani venceu 7 de 8 partidas, a torcida esqueceu um pouco os fracassos de 2017 e aposta que pelo menos desta vez, o Flamengo vai longe na competição. No entanto, uma derrota para o River será o suficiente para acabar com o otimismo do torcedor e trazer de volta as duras cobranças dos últimos meses. 

Everton Flamengo Independiente Copa Sudamericana 13122017

Mesmo com o bom futebol apresentado até aqui, o jogo desta noite será um divisor de águas para Carpegiani, pois o Flamengo ainda precisa se provar diante de um adversário mais forte. Bom para o elenco que vai encarar um River em crise, sem vitória há seis jogos e 24 pontos atrás do Boca, o maior rival, no Campeonato Argentino. 

Em entrevista coletiva, Henrique Dourado frisou a importância de esquecer os fracassos e também lamentou a ausência da torcida.

"Vamos esquecer o que se passou nos últimos anos. Infelizmente, não vamos ter o incentivo da nossa torcida. Mas cada torcedor vai estar mandando energia de suas casas para conseguirmos um resultado positivo".

Esta Libertadores também é a última oportunidade de Eduardo Bandeira de Mello, já que o mandatário deixa o cargo no final do ano pois não poderá concorrer a reeleição. Com um bom trabalho na área financeira e estrututal do Flamengo, ele ainda precisa provar no futebol.

Eduardo Bandeira de Mello Flamengo 2017

Mais artigos abaixo

Em seu mandato, o Flamengo colecionou alguns vexames e não conseguiu faturar o tão sonhado título de grande expressão prometido em campanha, ser uma das maiores receitas do Brasil e um dos clubes melhor financeiramente estruturados na América só aumentou a pressão por taças. 

E é esse peso que o atual treinador vai carregar nesta quarta, logo de cara contra o principal adversário do grupo. Na Gávea, no entanto, a ordem é esquecer os fracassos recentes e buscar escrever uma nova história, é isso também o que o torcedor espera.

O Flamengo recebe o River Plante nesta quarta-feira, às 21h45(horário de Brasília), a partida é válida pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Além do River, o grupo do Rubro-Negro também é formado por Emelec e Santa Fe.

Próximo artigo:
Arsenal tenta tirar James Rodriguez do Bayern
Próximo artigo:
Benzema será operado, diz emissora de rádio
Próximo artigo:
Mesmo com nove baixas, Isco não tem vaga garantida no time do Real Madrid
Próximo artigo:
Higuain é o único desfalque em foto de visita oficial do Milan ao Príncipe da Arábia Saudita
Próximo artigo:
Diego garante empenho e que futuro no Flamengo será definido no momento certo
Fechar