Festa do tetra do Fla, Bandeira “atropelado”, Leco xingado, briga na numerada... Confira tudo o que rolou na final da Copinha

Comentários()
Mais de 32 mil pessoas acompanharam uma grande decisão no Pacaembu entre Flamengo e São Paulo

Muita festa no gramado, no vestiário e no tobogã do estádio do Pacaembu. Foi assim que o Flamengo iniciou a comemoração do tetracampeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior assim que o árbitro encerrou a decisão vencida sobre o São Paulo por 1 a 0, na última quinta-feira (25).

Tudo começou ainda no gramado. Enquanto os torcedores flamenguistas faziam a festa no setor a eles destinado, os jogadores rubro-negros iam às lágrimas, comemoravam, dançavam e até provocavam o rival Vasco. No centro do gramado, os são-paulinos recebiam as medalhas e o troféu de vice ao som de vaias e xingamentos direcionados ao presidente Leco

Após o episódio, um corredor foi formado pelos atletas do São Paulo para aplaudir os flamenguistas durante a premiação, que terminou no gramado com o presidente Rubro-Negro, Eduardo Bandeira de Mello, sendo “atropelado” pela garotada na comemoração.

Antes de seguirem para uma churrascaria em São Paulo e voltarem para o Rio de Janeiro, os jogadores do Flamengo ainda fizeram muita festa no vestiário e conversaram com a imprensa. Autor do gol da vitória, Wendel disse que a festa não tinha horário pra acabar: “Tá rolando ainda (a festa). Não sei quando para (risos)”.

Episódio lamentável

Em meio à bela festa feita pelos mais de 32 mil presentes no Pacaembu um episódio lamentável acabou acontecendo na numerada, onde estavam apenas torcedores do São Paulo. Alguns torcedores discutiram por conta de dois menores ue se recusavam a assistir a partida sentadas. Socos e pontapés foram dados, enquanto pais protegiam os filhos e algumas pessoas desesperadas gritavam pedindo a presença da polícia, que chegou alguns minutos depois e prendeu Gilberto Serra Júnior e Rubens Gaspar Serra. 

Fechar