Fábio e Mano afirmam que o Cruzeiro foi melhor e reclamam de pênalti não marcado

Comentários()
© Eduardo Valente/Light Press/Cruzeiro
Raposa reclama muito de pênalti não marcado em Elber no segundo tempo e considera a derrota injusta contra o Avaí na Ressacada

Jogando fora de casa, o Cruzeiro foi derrotad pelo Avaí por 1 a 0 e perdeu a chance de encostar no G4. A derrota para o time catarinense, que está na zona de rebaixamento, foi lamentada por todo o elenco da Raposa que também questionou a arbitragem.

Após o apito final, o experiente goleiro Fábio afirmou que o time merecia sorte melhor na partida. Para o jogador, o Cruzeiro teve mais chances de gol e mais posse de bola.

“Futebol é dessa forma. Nem sempre quem joga melhor consegue o resultado positivo. A equipe jogou numa consistência muito grande, criou várias oportunidades e não conseguiu fazer o gol”.

Rafael Sobis Avai Cruzeiro Brasileirao Serie A 23072017Crédito: © Eduardo Valente/Light Press/Cruzeiro

Já sobre o pênalti não marcado em Elber, aos 14 minutos do segundo tempo, o goleiro disse que o pênalti foi claro e que da sua meta deu para ver que ele foi seguro.

“Não podemos deixar de falar do pênalti que o juiz não deu, descarado. Daqui deu para ver que o Élber foi seguro. Jogamos bem e não vencemos”.

Na coletiva após o jogo, Mano Menezes seguiu a mesma linha do seu goleiro, afirmando que o seu time foi superior, mas incapaz de converter as chances criadas no duelo.

“Vi um Cruzeiro superior o tempo inteiro, mas que perdeu o jogo, o que nos deixa chateados. Futebol tem seus momentos, à medida que o tempo vai passando você vai se precipitando um pouco, mas o Corinthians veio aqui e não conseguiu fazer gol também. O Grêmio que tem um ataque calmo não conseguiu fazer gol no Avaí. Então não é só criticar, tem que entender que o jogo, às vezes, é assim. Mas saio daqui com a convicção que o fizemos é o suficiente para vencer”.

Elber Juan Avai Cruzeiro Brasileirao Serie A 23072017Crédito: © Eduardo Valente/Light Press/Cruzeiro

Além disso, o treinador também reclamou da penalidade não marcada, afirmando que o jogo poderia mudar naquele momento.

“Aí tivemos uma penalidade clara, que todo o estádio viu, e todo mundo concorda. A gente fica chateado com isso, embora há muito tempo não fale sobre arbitragem, estamos tendo muitos lances reincidentes, uma penalidade contra o Corinthians, que o juiz não viu, e o arbitro do fundo não marcou, tivemos um pênalti meio mandraque contra o Fluminense, empatamos o jogo e deixamos escapar dois pontos. Hoje o pênalti absolutamente claro, o Elber tocou e levou a bola, o goleiro em nenhum momento tocou a bola. Não tem como você não apitar pênaltis como esse, ali poderia ser um empate e até uma possiblidade de virada de jogo, tal o volume de jogo e as chances que tínhamos”.

Próximo artigo:
Exclusivo Goal: Morata é do Atlético de Madrid
Próximo artigo:
No Barcelona, De Jong terá multa rescisória de R$ 1,7 bilhão
Próximo artigo:
Sevilla 2 x 0 Barcelona: Sevilla bate mistão do Barça e garante vantagem na Copa do Rei
Próximo artigo:
Copa América: Brasil, Argentina e o jejum de títulos
Próximo artigo:
Neymar se lesiona durante jogo do PSG e deixa o campo chorando
Fechar