Expulsões atrapalham o Palmeiras e Cuca tem mais um problema para resolver na temporada

Comentários()
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Time alviverde já teve três expulsos no Brasileirão deste ano, dois somente no último jogo, enquanto ninguém levou vermelho na campanha do título

O empate em 1 a 1 com o Atlético Mineiro no Estádio Independência no último sábado foi comemorado pelos jogadores do Palmeiras que terminou o duelo com dois jogadores a menos, após as expulsões de Luan e Willian.

O ponto garantido não ajuda muito o time alviverde na tabela de classificação já que o time se mantém na quarta posição com 37 pontos e vê o Santos abrir vantagem na sua frente, enquanto alguns rivais encostam na sua cola.

Precisando de vitórias fora de casa para se manter vivo na disputa pelo título do Brasileirão, uma vez que o líder Corinthians sofre com uma grande instabilidade no segundo turno, o time de Cuca mostrou neste sábado que as eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores ainda afetam a cabeça dos jogadores.


VEJA TAMBÉM:


Se na última temporada o Palmeiras não teve nenhum atleta expulso durante as 38 rodadas do Campeonato Brasileiro, nesta temporada o clube já some três vermelhos, sendo dois deles apenas na última partida. Deixando a questão da polêmica com a arbitragem de lado por um instante, a expulsão de Luan ainda no primeiro tempo, quando o time vencia por 1 a 0, com Prass pegando uma penalidade de Fred, deixou o time que estava conseguindo um grande resultado em uma péssima situação na partida.

A situação ficou ainda pior quando o atacante Willian se descontrolou após uma disputa de bola mais forte de Valdivia e acabou agredindo o jogador do Galo, mostrando arrependimento segundos depois ao perceber que prejudicaria ainda mais a sua equipe no jogo.

Fábio Santos e Deyverson - Atlético-MG x Palmeiras - 9/09/2017Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Luan e Willian não só prejudicaram o Palmeiras no duelo contra o Galo como também para a próxima partida diante do Coritiba no Pacaembu. Sem Mina lesionado e Dudu ainda sem condições físicas para atuar os 90 minutos, o Palmeiras terá ainda menos opções na defesa e no ataque para o duelo.  

Campeão brasileiro de 2016, o Palmeiras não teve nenhum jogador expulso, – a boa fase é uma excelente explicação – levando 95 cartões amarelos nos 38 jogos disputados. Nesta temporada já são 60 amarelos em 23 rodadas (uma média de 2,6 por jogo). No entanto, as expulsões mostram uma instabilidade psicológica maior em relação a última temporada mesmo com o clube mantendo uma média de faltas muito parecida com a do último ano (17,1 x 17,8).

Além de quebrar a cabeça para montar a sua equipe para o próximo jogo, Cuca também terá que ter mais cuidado com seus jogadores na tentativa de buscar uma maior confiança do elenco e evitar novas expulsões que já atrapalham o rendimento do time nos jogos.   

Próximo artigo:
Palmeiras 1 x 0 Botafogo-SP: Verdão tem vitória magra em sua Arena
Próximo artigo:
Lesão de Neymar deixa técnico do PSG em alerta: "estou preocupado"
Próximo artigo:
“Ausência de Messi não é desculpa”, diz Suárez após derrota
Próximo artigo:
Resende 1x1 Flamengo: Dourado rouba a cena com golaço
Próximo artigo:
Guarani 2 x 1 Corinthians: Timão leva virada do time de Osmar Loss
Fechar