Notícias Placares ao vivo
Coronavírus

Ex-jogador de 59 anos da Somália morre em decorrência do coronavírus

15:57 BRT 25/03/2020
Abdulkadir Mohamed Farah
Mohamed Farah era ídolo e um assessor do Ministério do Esporte na Somália, treinador e motorista de aplicativo na Inglaterra

Ídolo na Somália, o ex-jogador de futebol, político e treinador Abdulkadir Mohamed Farah Biriq morreu aos 59 anos em decorrência do coronavírus Covid-19.

A morte do ex-atleta foi confirmada pela Federação Somali de Futebol. Depois de uma carreira gloriosa no futebol local, jogando principalmente pelo Batroolka, da primeira divisão do país, Farah se aposentou e foi viver em Londres.

Mesmo vivendo fora da Somália - em decorrência da Guerra Civil no país - Farah era muito querido, participando de vários festivais esportivos (ou não) que celebrassem a cultura somali ao redor do mundo.

Atualmente, servia como um assessor do Ministério do Esporte e da Juventude de seus país, além de ser treinador em várias escolas de formação de jogadores e também trabalhar como motorista de aplicativo em Londres.

Um ex-jogador sucumbindo ao vírus só mostra a seriedade do problema, encarado como uma pandemia pela Organização Mundial de Saúde. Assim, ninguém está seguro, nem mesmo aqueles com histórico de atleta.