Ex-Inter de Milão diz que empresa chinesa poderia levar Messi para o clube

Comentários()
Para Éder, o grupo que comanda a equipe italiana não teria problemas para levar o astro argentino para a Itália

Recentemente Cristiano Ronaldo fez um convite a Lionel Messi: trocar a Espanha pelo futebol italiano. E ainda que o argentino tenha garantido, semanas depois, que está muito feliz no Barcelona, um clube italiano não teria nenhum problema para contratá-lo: a Internazionale de Milão.

Ao menos é o que afirmou o atacante Éder. O ítalo-brasileiro defende atualmente as cores do Jiangsu Suning, da China, clube comandado pelos mesmos donos da Inter, e garantiu que o céu é o limite nas aspirações da empresa asiática.

“Se a Suning quisesse, poderia contratar o Messi para a Inter. O sentimento de império da Suning é muito claro: converter a Inter em uma empresa familiar”, afirmou em entrevista para a Gazzetta dello Sport.

“Quando eles compraram a Inter, listaram os seus objetivos e é o que estão fazendo”, seguiu o jogador de 32 anos, que entre 2016 e 2018 fez 6 gols em 38 partidas pela equipe de Milão.

“Eles falaram sobre o crescimento, mas nunca prometeram uma liga italiana nem a Champions. A Suning pode fazer realidade qualquer sonho no futebol, inclusive a contratação de Messi, é claro”.

Fechar