Ex-auxiliar desmente que jogadores tomaram o controle e Sampaoli foi "técnico fantasia" na Rússia

Comentários()
Getty
Sebastián Beccacece deixou a Argentina para ser técnico do Defensa y Justicia

Apesar de toda a pressão, Jorge Sampaoli vai continuar no comando da seleção argentina. No entanto, além de renovar e reconstruir o time, Sampa também terá pela frente o desafio de reconstruir sua própria comissão técnica.

Incluindo seu ex-auxiliar, Sebastián Beccacece, que deixou a Albiceleste para ser treinador do Defensa y Justicia.

Em entrevista coletiva no novo clube, Beccacece foi questionado sobre as especulações de que, durante a Copa do Mundo, os jogadores passaram a dar as ordens e Sampaoli se tornou um "técnico fantasia".

"Eu mantenho a intimidade e o respeito pelo coletivo. As coisas que acontecem lá, ficam lá. O que falaram a respeito dos jogadores e de Jorge (Sampaoli) foram especulações da imprensa e das pessoas que opinam", afirmou.

"A sensação que tenho, com o que recebi não apenas dos 23 jogadores que estiveram no Mundial, mas com todos os que estiveram presentes durante todo o processo foi de um vínculo muito próximo e direto, e aproveito para lhes agradecer, porque senti muito respeito", completou.

Fechar