Ex-advogado do clube, Mário Bittencourt vence eleição presidencial no Fluminense

Comentários()
Nelson Perez/Fluminense FC/Divulgação
Jurista de 40 anos ganhou notoriedade ao ajudar o clube em ação que culminou no rebaixamento da Portuguesa em 2013. Ele volta ao Flu como mandatário

O Fluminense tem um novo presidente. O advogado Mário Bittencourt confirmou o favoritistmo e bateu o empresário Ricardo Tenório nas eleições para o cargo no clube. O vencedor recebeu 2.225 votos contra 1.032 do adversário. Ainda houve 24 votos nulos e cinco em branco. Ele fica no cargo até dezembro de 2022.

Quer ver jogos do Fluminense na Copa Sul-Americana ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste grátis o serviço por um mês!

O novo presidente tricolor ganhou notoriedade por meio do serviço jurídico prestado ao Fluminense. O caso mais emblemático foi no polêmico rebaixamento da Portuguesa em 2013.

No clube das Laranjeiras, Mário Bittencourt trabalhou em outras áreas também. Em 2009, atuou como diretor de futebol. Entre 2014 e 2016, foi vice-presidente de futebol.

"Agradeço muito a vocês. A todos. Fizemos uma campanha limpa. Agradeço a quem veio votar, a quem não votou na nossa chapa. Agradeço ao nosso adversário, que foi honesto. Queremos fazer um Fluminense imenso. O segredo do sucesso é o amor clube", disse o novo mandatário do Flu.

Mais artigos abaixo

A vitória do advogado representa o retorno de Celso Barros ao Fluminense. Ex-presidente da Unimed, antiga patrocinadora e parceira do clube, ele integra a chapa como vice-presidente geral de Bittencourt. O novo dirigente também comentou a volta ao clube:

"Quem vai salvar o Fluminense é a torcida. Vamos resgatar a credibilidade da instituição, mas a base é a torcida", concluiu.

Fechar