Evoluindo na Europa, Douglas Luiz fez contra o Barcelona o seu melhor jogo desde que deixou o Vasco

Comentários()
Getty Images
O meio-campista de 19 anos foi a maior opção ofensiva para o Girona e, apesar da derrota, mostrou que tem muito a oferecer


Por Tauan Ambrosio 


O grande assunto após a vitória por 3 a o do Barcelona sobre o Girona, sábado (23), pela sexta rodada do Campeonato Espanhol, foi a marcação individual do meio-campista Pablo Maffeo em cima de Lionel Messi.

Inclusive, o próprio treinador do Girona disse que, embora tenha lamentado o resultado, havia ficado feliz por Messi não ter conseguido desequilibrar como faz costumeiramente [foram dois gols contra, e um de Suárez]. No entanto, um outro ponto positivo em meio à derrota no primeiro clássico catalão disputado contra o Barça na elite foi a exibição de Douglas Luiz.

O meio-campista brasileiro, contratado pelo Manchester City [que é dono de parte do clube catalão, com o qual tem parceria] e emprestado para o Girona, teve mais trabalho do que nunca. No entanto, contra o Barça, também foi o jogador que mais apareceu com a bola nos pés pela equipe treinada por Pablo Machín.

Douglas Luiz contra o Barcelona

Atuando por todo o meio de campo, o jovem de 19 anos fez o seu máximo para colocar força no setor e terminou a partida como jogador mais caçado pelo Barcelona – sofreu 4 faltas. Mais importante ainda, foi quem mais buscou os lances ofensivos para o time caçulinha na liga espanhola.

Números gerais do jogador no Campeonato Espanhol

Douglas acertou um chute no gol defendido por Ter Stegen, e foi quem mais finalizou em todo o confronto [3]. Além disso, recuperou a posse de bola em 5 ocasiões. Em uma partida contra o Barcelona, poucos imaginariam uma vitória do Girona. No entanto, era um embate para se adquirir experiência de grandes jogos. É por isso mesmo que, especialmente para Douglas, o saldo foi positivo. Uma primeira amostra de evolução no futebol europeu.


VEJA TAMBÉM:


Fechar