"Espero que o Milan volte a ser grande por minha causa", diz Piatek

Comentários()
Getty
Atacante tem seis gols em cinco partidas com o Rossonero desde a vinda do Genoa

Apesar da boa forma recente, que lhe rendeu elogios do treinador Gennaro Gattuso, Krysztof Piatek está focado em apenas um objetivo: fazer com que o Milan retome o caminho das glórias. Uma demonstração disso foi dada em entrevista ao jornal Przeglad Sportowy.

"Se eu tivesse toda a qualidade que ele fala, eu seria o melhor jogador da história. Espero que o Milan volte a ser grande graças a mim e que eu justifique essas afirmações. Às vezes penso que essas comparações são exageradas, só cumpro o meu papel de fazer gols e recebo uma parte desses elogios. Me sinto bem com o momento atual, e não com as capas de jornais", revelou o camisa 19.

Piatek vive bom momento com a camisa Rossonera: em cinco jogos, o atacante marcou seis gols desde a chegada do Genoa na última janela de transferências por 35 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões) e atualmente é o vice-artilheiro da Serie A com 17 tentos, dois a menos que Cristiano Ronaldo, da Juventus.

Confira os números de Krysztof Piatek na temporada 2018/19 da Serie A:

O centroavante destacou também a integração rápida ao elenco milanês e como a parceria com Lucas Paquetá tem rendido bons frutos.

"Eu particularmente sou mais próximo daqueles com quem sento para fazer as refeições, no caso Calhanoglu, Bakayoko, Paquetá, Kessié, Rodríguez e Borini. Nós criamos uma verdadeira equipe e, sobre Paquetá, ele sabe como eu gosto de receber a bola e tem muito repertório técnico", destacou o polonês.

O Diavolo, como também é conhecida a agremiação de Milão, ocupa a quarta colocação do Campeonato Italiano com 42 pontos, quatro a menos que a rival, Inter de Milão.

Fechar