Notícias Placares ao vivo
Juventus

Emre Can ataca Juve e Sarri após ser excluído da Champions: 'prometeram outra coisa'

12:19 BRT 04/09/2019
Emre Can Juventus
Jogador alemão afirmou ter tido propostas de outros clubes, mas resolveu ficar para poder jogar a UCL

O meio-campista da Alemanha, Emre Can não escondeu sua raiva e decepção com a Juventus e com Maurizio Sarri após ser deixado de fora do elenco que disputará a Champions League 2019/20. De acordo com o atleta, existia uma promessa de que ele jogaria a competição continental.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

"Eu estou chocado e bravo. Na última semana o clube me prometeu outra coisa. Ontem o treinador me ligou e me disse em menos de um minuto que eu não estava no grupo. Eu não posso explicar isso, não me deram nenhuma razão", falou Can ao Bild. O jogador concedeu a entrevista em Hamburgo, onde treina com a seleção alemã para as eliminatórias da Euro 2020.

A Juventus contratou seis atletas na última janela de transferências e todos eles foram incluídos na lista que disputará a Champions. O retorno de Higuaín à Juve fez com que o croata Mario Mandzukic também fosse cortado do grupo.

O fato que mais parece ter irritado o turco-alemão foi o fato de que ele teria decidido ficar na equipe de Turim para jogar a Champions mesmo com diversas propostas de outras equipes da Europa.

"Eu e meu assessor conversamos com outros clubes. Depois de falar com a Juventus eu decidi ficar. Para mim, uma condição era jogar a Champions League", falou o atleta, que confirmou que o PSG estava entre os interessados.

Pouco tempo depois, porém, o atleta foi ao Twitter e falou sobre a situação: agradeceu o clube e falou que batalhará em campo para merecer a vaga.

"Eu sempre serei grato à Juventus de Turim pela forma com que eles estiveram ao meu lado desde que cheguei ao clube, especialmente quando fiquei ruim de saúde. Tenho respeito pela Juventus e pelo meus colegas de time, cujo sucesso sempre foi minha prioridade. Eu não vou mais dizer nada e continuarei lutando no campo", escreveu o ex-Liverpool.