Em primeiro duelo, Mano Menezes leva a melhor sobre Reinaldo Rueda

Comentários()
Buda Mendes/Getty
Mesmo sem ser brilhante, Cruzeiro foi mais organizado e explorou falha Rubro-Negra

No primeiro jogo da final da Copa do Brasil o Cruzeiro arrancou um empate contra o Flamengo dentro do Maracanã com quase 60 mil torcedores presentes. Bom resultado do time Celeste, que não deixou a equipe Rubro-Negra sair com a vantagem, mesmo atuando ao lado de sua torcida.

No confronto entre as duas equipes, duas maneiras de jogar diferente, melhor para Mano Menezes, que viu sua proposta prevalecer diante de Reinaldo Rueda, que errou nas substituições, abriu o time e foi punido com o empate. 

Com a clara intenção de segurar o Flamengo, o Cruzeiro até errou bastante durante o jogo, principalmente nos passes, o que não é de costume, pois a equipe tem boa qualidade na troca da bola. Como mandante, o time Rubro-Negro buscou o ataque, mas se resguardando bem na defesa.

Alisson Rever Flamengo Cruzeiro Copa do Brasil 07 09 2017
(Foto: Buda Mendes / Getty Images)

Porém, durante grande parte do jogo, o Flamengo ficou sem saber o que fazer com a bola, tocando de um lado para o outro num ritmo lento, facilitando a proposta do Cruzeiro, que era o menos interessado em acelerar a partida. 

A principal jogada da equipe, Berrío na linha de fundo cruzando para atrás com a finalidade de achar alguém pronto para finalizar no contra pé da defesa adversária, não funcionou muito bem, exceto em um lance do segundo tempo em que Willian Arão recebeu em condições, demorou para finalizar e acabou tendo dificuldades com a marcação, o que facilitou para o goleiro Fábio fazer a defesa.

O time Rubro-Negro encontrou o gol num lance de bola parada, rebote, confusão na área e oportunismo de Lucas Paquetá, que em posição legal ou não, pegou a sobra e emendou para abrir o placar. Antes, Rueda havia trocado um volante de conteção por outro com melhor qualidade na saída de bola. 

Lucas Paqueta Flamengo Cruzeiro Copa do Brasil 08 09 2017
(Foto: Buda Mendes / Getty Images)

Depois, o comandante Rubro-Negro tirou Rodinei da lateral, deslocando Pará de volta para sua posição original e colocando Everton para fazer a função do lado esquerdo, não funcionou.

Ciante da pressão em cima do goleiro, ao longo da semana, Mano pediu que os jogadores chutassem, não tinham encontrado muitas oportunidades até o gol de empate. Hudson recebeu, avançou livre na intermediaria, Arrascaeta aproveitou a falha de marcação do lado esquerdo, exatamente do lado que ficou mais carente com a mexida, infiltrou e aproveitou falha crucial de Thiago para empater a partida.

Hudson Flamengo Cruzeiro Copa do Brasil 07 09 2017

Banho de água fria na equipe Rubro-Negra que por mais que tivesse a posse de bola, não conseguiu transformar em oportunidades claras. Ponto para Mano Menezes que em momento algum se despeserou ou desorganizou a equipe durante a partida.


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
Chelsea aceita acordo com Atlético de Madrid por Morata
Próximo artigo:
Atlético-MG abre negociação de troca com Corinthians, envolvendo Luan por Romero, segundo site
Próximo artigo:
"Manchester United está pronto para lutar pelo G4", diz Matic
Próximo artigo:
Abertura do Paulistão mostra que grandes não terão vida fácil no estadual. Veja o resumo da rodada
Próximo artigo:
Kevin Prince Boateng perto de ser anunciado como reforço do Barcelona
Fechar