Elenco inchado: veja quem ainda não engatou sequência de jogos no Palmeiras

Comentários()
Deyverson Raphael Veiga CSA Palmeiras Brasileirão 01052019
Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Reforços para 2019, Zé Rafael, Arthur Cabral, Matheus Fernandes e Raphael Veiga, que retornou de empréstimo, buscam espaço no time

O Palmeiras se destacou nos últimos anos pela força aquisitiva para realizar contratações e, consequentemente, com o elenco recheado por jogadores que, em sua maioria, seriam titulares em quase todos os times do futebol brasileiro, conquistou títulos importantes, como o Campeonato Brasileiro (2016 e 2018), e a Copa do Brasil (2015). 

Entretanto, com 44 jogadores no elenco atual, Felipão indicou desde o início da temporada que iria reduzir o número de atletas com quem trabalharia. Só que o que muitos palmeirenses não esperavam, era que até mesmo os reforços para 2019 ficariam de fora de muitas partidas. Alguns exemplos são Zé Rafael, Matheus Fernandes e Arthur Cabral - este último não joga desde março. Além deles, há ainda Fabiano e Guerra, que estavam encostados e ficaram entre os reservas pela primeira fez na temporada  no empate por 1 a 1 com o CSA nesta quarta-feira (1).

Em entrevista coletiva após o duelo, o comandante palmeirense foi questionado sobre a situação de Guerra, que teve seu nome pedido pela torcida Alviverde presente no estádio Rei Pelé. "Se a torcida não sabe, não sou eu para falar, mas o Guerra vem de uma lesão de 20 dias e vem entrando nos treinos. Calma. Quando tiver que colocar eu vou colocar", disse.

Há ainda outros jogadores que custaram altos valores aos cofres do clube ao longo dos últimos anos e que, até o momento, fizeram dez jogos ou menos pela equipe na temporada:

  • Raphael Veiga (R$ 4,5 milhões) - 6 jogos no ano
  • Zé Rafael (R$ 14,5 milhões) - 7 jogos no ano
  • Arthur Cabral (R$ 5,5 milhões) - 2 jogos no ano
  • Luan (R$ 10 milhões) - 9 jogos no ano
  • Matheus Fernandes (R$ 15,5 milhões) -1 jogo no ano (último a estrear na temporada, no empate com o CSA)
  • Carlos Eduardo (R$ 25,2 milhões) -10 jogos no ano

Recusas à empréstimos

O Palmeiras se recusou a renovar os empréstimos de alguns jogadores, como Fabiano, que atuou pelo Internacional em 2018, tendo participado da campanha que levou o clube gaúcho de volta à Copa Libertadores, e de Raphael Veiga, que se destacou no Athletico Paranaense, conquistando o título da Copa Sul-Americana na temporada passada.

Raphael Veiga Jorge Wilstermann Palmeiras Libertadores 04052017
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

No entanto, a dupla ainda não conseguiu demonstrar com camisa do Verdão o futebol apresentado ano passado, embora Raphael Veiga tenha marcado pela equipe no empate por 1 a 1 com o CSA.

O caso de Borja

Mais artigos abaixo

Outro caso que tem gerado especulação no Verdão, é a situação de Borja que segue como incógnita duas temporadas após sua chegada. O atacante perdeu espaço entre os titulares e, após ficar no banco por sete partidas consecutivas, não viajou com o elenco para enfrentar o CSA em Alagoas, devido a lesão não considerada grave no joelho esquerdo. Rumores começam a surgir sobre a permanência do colombiano no clube.

Miguel Borja Palmeiras 2019
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

A última partida de Borja pelo Palmeiras foi 23 de março, quando perdeu desperdiçou duas chances de gol e foi substituído por Arthur Cabral, que marcou no empate por 1 a 1 com o Novorizontino, pelas quartas de final do Paulistão

Fato é que, apesar do Palmeiras já estar classificado às oitavas de final da Copa Libertadores e ter iniciado pontuando no Brasileirão, Felipão ainda ouvirá mais questionamentos sobre o não aproveitamento das peças que compõem o elenco. A resposta deve vir de acordo com o desempenho do Verdão no ano, já que o clube irá brigar por todas as competições que disputa e um revezamento na equipe pode acontecer, para que não falte fôlego na reta final.

Fechar